ATENDIMENTO - Pessoas com deficiência são atendidas com consultas dentárias gratuitas na Unesp

Unesp de Araçatuba retoma atendimento odontológico para pessoas com deficiência

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A Unesp de Araçatuba, através da sua faculdade de odontologia, voltou a oferecer atendimento odontológico para pessoas que possuem algum tipo de deficiência. O serviço estava parado devido à pandemia de covid-19 e foi retomado nesta semana. A faculdade atende pacientes de 470 municípios do país de forma gratuita.
As consultas odontológicas são realizadas no chamado Centrinho da Unesp de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h, e das 13h às 17h. Os agendamentos podem ser feito via telefone / whatsapp, através do (18) 99752-4475. O local de atendimento é no próprio campus universitário da Unesp, na rodovia Marechal Rondon, km 527, em Araçatuba.
De acordo com a supervisora do Centro de Assistência Odontológica à Pessoa com Deficiência, Rita Dornelles, os atendimentos estão sendo feitos respeitando os protocolos sanitários, devido à vulnerabilidade destes pacientes diante da pandemia.
“Nós estamos atendendo de acordo com as restrições impostas pela situação da pandemia. Nós sempre trabalhamos com esse público, e é lógico que a situação da pandemia fragilizou essa situação, mas aqui nós tomamos todas as precauções, as pessoas, os pais, os cuidadores, podem nos procurar, nós atendemos com o máximo de segurança sanitária”, explicou. A supervisora afirma que os casos de urgência e emergência possuem prioridade na hora do agendamento e pede paciência aos demais.
“Em um primeiro momento são agendados aqueles pacientes que possuem uma situação de urgência e emergência, aqueles quadros com dor, em que as famílias relatam o sofrimento, eles vêm e nós já tomamos as providências para o atendimento imediato”, explicou.
Para Rita, é importante que os cuidadores e responsáveis se preocupem com a saúde bucal dos pacientes e não só com o resto do corpo, porque isso pode refletir no quadro clínico da pessoa.
“A saúde bucal é essencial para manutenção da saúde sistêmica. A saúde bucal expressa a saúde sistêmica desse paciente. Então é de extrema importância que esses pacientes sejam atendidos e tenha a boca saudável”, explicou. “Solicitamos que as pessoas que necessitem deste atendimento, entrem em contato conosco para agendar o horário de atendimento presencial no centro”, concluiu.
Somente em 2019, antes da pandemia, 158 pacientes foram cadastrados no Centrinho da Unesp, com 5.140 assistências e 48.937 procedimentos realizados. Por causa da pandemia, esses dados foram menos expressivos em 2020, com 39 matriculados, 1.324 assistências e 8.997 procedimentos.

Veja também

Chuva com vendaval e granizo causa transtornos

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Chuva com rajadas de vento na tarde dessa segunda-feira (6), em …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *