Home Cidades Araçatuba Supermercados mantém empregos e novas lojas de Araçatuba impulsionam região

Supermercados mantém empregos e novas lojas de Araçatuba impulsionam região

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Considerado como atividade essencial durante a pandemia do novo coronavírus, o setor de supermercados vive os benefícios de seguir com seus estabelecimentos abertos e boa parte dos empresários do setor espera manter ou até contratar funcionários nas próximas semanas.

Foi o que mostrou uma pesquisa realizada pela APAS, a Associação Paulista de Supermercados, com proprietários de lojas do setor de todo o estado de São Paulo. A pesquisa, divulgada esta semana, quis medir a percepção e a confiança do setor em meio à pandemia.

De acordo com números, 67% dos empresários acreditam que os empregos do setor deverão ser mantidos, enquanto 23% esperam fazer novas contratações no período, o que significa 90% de proprietários que não pretendem demitir funcionários até o final deste mês.

Apenas 10% dos entrevistados responderam à pesquisa falando sobre a perspectiva de desligar colaboradores do setor.

Setor emprega mais de 7 mil pessoas na região de Araçatuba

Na região de Araçatuba, o setor segue aquecido, sendo responsável por 7.054 empregos diretos, segundo a última atualização de dados do Caged, o Castro Geral de Empregados e Desempregados. Como os números do Caged foram divulgados em dezembro, não foram contabilizados os novos empregos no setor a partir do Atacadão, que abriu as suas portas no final do mês de março no bairro Casa Nova, em Araçatuba, e que emprega diretamente cerca de 300 funcionários.

Ainda é esperado para o segundo semestre a inauguração de outras duas lojas no município. Uma delas voltada ao varejo. A quarta loja do supermercado Rondon está sendo erguida no bairro Concórdia e está em reta final das obras. Já a outra loja é mais um atacadista, o Assaí, que vem inaugurando uma série de lojas mesmo durante o período de pandemia, e pretende iniciar atividades no segundo semestre em instalações que estão sendo erguidas no bairro São Joaquim. A expectativa é de que, juntas, as duas lojas empreguem cerca de 800 funcionários.

“Momento é de observação”, de acordo com diretor regional

Para o diretor regional da APAS, Nilton Orsi, apesar de o setor de supermercados estar vivendo um momento relativamente tranquilo na região de Araçatuba, os empresários do setor estão preocupados com o impacto econômico da pandemia no país.

Para Orsi, mesmo o ramo da alimentação e higiene sendo primordial, a diminuição do poder de compra do brasileiro que vive na região de Araçatuba, fará com que ele diminua a sua cesta de compras no final do mês. “O setor supermercadista está aberto, porém ele depende dos outros setores para que a gente tenha a rotatividade de produtos. A população tem uma renda, uma reserva, mas essa reserva vai se exaurindo com o passar do tempo”, explicou o diretor da APAS.

A expectativa de contratações no setor fica, basicamente, por conta das novas lojas que estão chegando na cidade. Já os estabelecimentos que estão em funcionamento estão observando as tendências de mercado. “Não se encerrou o ciclo de contratações, e hoje não está sendo demitido por conta da pandemia, mas claro, que se perpetuar muito tempo esse isolamento social, a população vai ficando com o poder aquisitivo cada dia menor, retraindo assim a sua cesta. Nós da região de Araçatuba estamos vivendo um momento de observação, sem queda na contratação, sem queda na demissão, ou seja, estagnado. Aguardando para saber como o país vai se comportar e a economia como um todo”, concluiu.


Compartilhe esta notícia!