Secretário garante conclusão das obras do aeroporto até dezembro

Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA
Com mais de 35 anos de experiência na administração pública, tendo ocupado cargos em diferentes áreas, o engenheiro João Octaviano Machado Neto, que está à frente da Secretaria Estadual de Logística e Transportes, recebeu do governador João Doria a missão de redesenhar a matriz logística e de transportes no Estado de São Paulo a partir da potencialidade e característica de cada região. Nesta sexta-feira o secretário reuniu-se com prefeitos e líderes municipalistas na Prefeitura de Araçatuba para discutir e apresentar uma Nova Matriz Logística para a região. Neste sábado ele vai percorrer obras do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e visitar os aeroportos de Araçatuba e Penápolis. Ele garantiu que até o dia 32 de dezembro as obras do aeroporto Dario Guarita estão concluídas, possibilitando as operações da Gol.
Para que essa cadeia logística seja efetivada para o crescimento econômico de São Paulo e do país, é preciso oferecer novos meios para a movimentação de cargas, além de criar condições para um escoamento mais eficiente de mercadorias.
Nesta sexta-feira à noite, no salão azul da Prefeitura, foi desenvolvido o Fórum de Governança e Capacidades Estatais da Noroeste Paulista, organizado pelo LabPol (Laboratório de Política e Governo da UNESP), em parceria com a Secretaria da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura Municipal de Araçatuba. A discussão sobre a cadeia logística faz parte do fórum.
A|o lado do prefeito de Araçatuba, Dilador Borges e de outros líderes municipalistas, o secretário João Octaviano Machado Neto concedeu entrevista à imprensa e abordou vários assuntos relacionados à região, frisando que o novo arranjo logístico visa exatamente promover o desenvolvimento.

HIDROVIA
Segundo o secretário, a hidrovia é fundamental dentro da multimodalidade, com ferrovia e rodovia. “É fundamental que a hidrovia se requalifique e que ofereça outras oportunidades. Estamos conversando com o prefeito sobre a possibilidade de ampliar este projeto aqui em Araçatuba. É um projeto local, mas que tem impacto regional, assim como a questão do Aeroporto, que além do transporte de passageiro tem o transporte de carga de valor agregado, que também tem papel importante na região.
O secretário explicou que o governo está retomando obras na hidrovia, como a de Buritama, para aumentar a profundidade do canal e outras de ampliação de vãos em ponte para garantir a segurança da navegação. João Octaviano Machado falou também sobre a retomada das operações no Canal de Pereira Barreto, que é o segundo maior do mundo.

FERROVIA
Quanto à ferrovia, o secretário disse que é de competência do governo federal. “Nós estamos incentivando os investimentos federais no Estado de São Paulo. Estamos conversando com os detentores das concessões ferroviárias para que eles integrem estas concessões ferroviárias com esta rede rodoviária poderosa que o Estado de São Paulo tem e também com a hidrovia, de maneira que este investimento vai ser feito em São Paulo”, disse o secretário, explicando que a empresa ganhou mais uma concessão e tem de investir na malha oeste de São Paulo, beneficiando a região. Ele frisou que a ferrovia não é competência do governo estadual, “mas faz parte da nossa matriz logística”.

ELYESER MONTENEGRO MAGALHÃES
Questionado quanto à possibilidade de concessão da Rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP 463), o secretário disse que o governo estadual está estudando várias possibilidades de concessão. “A Elyeser é uma das rodovias que estamos estudando. Você precisa ter capacidade e estrutura e discutir a questão dos pedágios, que não pode ser satanizado, até porque os municípios são beneficiados com o ISS”, explicou o secretário. Estão estudando várias alternativas, mas ainda não há conclusão. Ele citou licitações em desenvolvimento para concessão, de Piracicaba a Panorama, como 1,2 mil quilômetros, quase 700 quilômetros de duplicação e investimentos de R$ 14 bilhões. A outra estrada é no litoral.

MARECHAL RONDON
“Estamos discutindo o papel da Rodovia Marechal Rondon neste contesto todo e plano de melhorias, com novas obras de arte e novos dispositivos. Em breve vamos apresentar aqui, para a região, quais os investimentos previstos para a Rondon diante desta nova articulação”, afirmou João Octaviano Machado Neto.

MATRIZ LOGÍSTICA E AEROPORTO
De acordo com o secretário, o governador João Dória é municipalista. “Ele aos secretários que toda vez que tiver um projeto deve procurar os prefeito para discutir este projetos e busca a solução. Hoje estamos discutindo a matriz logística junto com o prefeito Dilador Borges. Estamos discutindo a questão do aeroporto e as melhorias que serão feitas para que em dezembro possa receber voos de alta capacidade que serão operados pela Gol. Vamos fazer a grande mudança no aeroporto para receber aviões de 60 e 90 toneladas”, disse.
O secretário explicou que o aeroporto já tem uma licitação do Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) da ordem de R$ 4 milhões, que inclui recapeamento de toda a pista e melhoria em equipamentos do aeroporto. Isso até o dia 2 de dezembro, há o compromisso do Daesp e da Secretaria de Governo de que estará pronto para pouso dos primeiros aviões de alta capacidade”, confirmou.
João Octaviano Machado afirmou que neste sábado visitará o aeroporto. Ele disse que o objetivo é montar na região uma malha viária com aeroportos maiores e outros com papel complementar. O secretário referia-se aos estudos para concessão dos aeroportos, que vai atrair investimento privado, aumentando as possibilidades de investimentos e crescimento econômico.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Obra da CPFL para melhorar o serviço deixa Vila Mendonça sem energia

Compartilhe esta notícia!Diego Fernandes – ARAÇATUBA Obra da CPFL para melhorar o serviço deixa Vila …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *