14.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

Secretaria confirma projeto para duplicação da Elyeser Montenegro Magalhães

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Nessa semana a Secretaria de Logística e Transportes informou que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão publicou edital para a contratação de projetos executivos de obras em diversas rodovias do Estado de São Paulo. Dividido em 15 lotes, serão investidos R$ 242,6 milhões em 56 projetos para 1.774 quilômetros de vias. No entanto, no pacote anunciado, não constava a duplicação da SP 463 (Rodovia Elyeser Montenegro Magalhães), obra há muito tempo cobrada e esperada por Araçatuba. A reportagem procurou a assessoria da Secretaria de Transportes, que confirmou que o projeto já foi contratado e deve ficar pronto em oito meses.
Conforme divulgado nessa semana, os projetos são para duplicação, restauração de pavimento e melhorias de estradas. “Os projetos executivos são estratégicos para que o Governo realize um novo choque de infraestrutura no Estado. Eles garantem obras com execução eficiente, seja financeiramente ou nos prazos. As pessoas querem chegar ao seu destino com segurança e mais rápido”, afirma o vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia
O pacote publicado avança em demandas históricas da população e apresenta soluções inéditas para o desenvolvimento regional e a logística nas rodovias. Na região estão previstas obras na SP 595 (Rodovia Prefeito Gerson Dourado de Oliveira), de Castilho a Ilha Solteira, com 45 quilômetros de extensão e de Suzanápolis a Santa Fé do Sul (Rodovia dos Barrageiros).

ELYESER MONTENEGRO
A duplicação da Elyeser Montenegro Magalhães começou no governo de Jorge Maluly Netto e terminou no de Cido Sério. Foram vários anos de obras. A rodovia a presença elevado número de acidentes graves e com vítimas fatais. Por isso a cobrança para a extensão da duplicação até a Ponte Pio Prado (sobre o Rio Tietê).
“O DER já contratou o projeto executivo para as obras na SP- 463, que contempla a duplicação e melhorias entre os trechos dos kms 51,3 ao 57,8 e dos kms 59,08 ao 60, 90. Além disso, serão feitas obras de recuperação da pista e acostamentos do km 57,8 ao 59. O prazo para entrega é de oito meses”, informou a assessoria da Secretaria de Logística e Transportes.

 

Ultimas Noticias