18.9 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 16, 2022

Santa Casa realiza procedimentos simultâneos  na primeira captação de órgãos do ano

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Um total de  nove pessoas será  beneficiado  com duas captações de multiórgãos realizadas simultaneamente no sábado, na  Santa Casa de Araçatuba. Foi a primeira captação de órgãos realizada neste ano.

 Os doadores foram uma paciente de 56 anos, de Birigui  e  um paciente com 41 anos, de Penápolis que tiveram  mortes encefálicas constatadas no dia 5 de maio em decorrência de Hemorragia Subaracnóidea e  Acidente Vascular Encefálico Isquêmico, respectivamente.

 A captação simultânea foi realizada por equipe composta por quatro cirurgiões de uma instituição hospitalar de Sorocaba.  Na paciente foram captados  rins e córneas e do paciente fígado, rins e córneas.  Os órgãos foram  direcionados à Central Nacional de Transplantes para  pacientes cadastrados na fila de transplantes que a tenham  compatibilidade  necessária.

 Foi a segunda captação simultânea realizada desde a implantação da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) da Santa Casa de Araçatuba. Em março de 2016, 14 pessoas foram beneficiadas por tripla coleta de órgãos, incluindo coração, realizada ao mesmo tempo em pacientes que tiveram morte cerebral.

 

Doadores

A paciente de  56 anos, de Birigui  foi  internada  na Santa Casa de Araçatuba  em 26/4, devido à uma Hemorragia Subaracnóidea ( extravasamento súbito de sangue no interior do espaço subaracnóideo. A causa mais comum de sangramento espontânea é a ruptura de um aneurisma).

 O quadro grave não teve evolução para melhora. O protocolo para investigação foi iniciado em 27/4  e a morte encefálica foi  confirmada em 5/5 às 22h50.

 O doador com  41 anos, de Penápolis  foi internado em 3/5 devido a um Acidente Vascular Encefálico Isquêmico. Apesar do cuidado intensivo, o quadro clinico do paciente permaneceu grave e instável. O protocolo foi em 4/5  e morte encefálica constatada em  5/5.

Em ambos os casos, os familiares foram informados por  representantes da CIHDOTT sobre a morte encefálica dos pacientes e a possibilidade de doação dos órgãos. Os responsáveis pelos dois pacientes autorizaram  a captação dos órgãos.

 

TRANSPORTE DOS ÓRGÃOS

Em uma operação planejada, a Guarda Municipal de Araçatuba realizou transporte especial de órgãos humanos captados na Santa Casa da cidade. A corporação escolta regularmente os veículos que realizam o transporte de órgãos no município, mas nesta ocasião, foi a própria instituição que transportou as equipes médicas e os órgãos captados.

O transporte foi agilizado graças a agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, que bloquearam os cruzamentos e permitiram a passagem da guarnição.

 

RAPIDEZ  – Agilidade no transporte de órgãos é fundamental para o sucesso do trabalho
DIVULGAÇÃO10

 

Ultimas Noticias