13.9 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 23, 2022

Santa Casa de Birigui poderá ter um Conselho Consultivo para acompanhar administração

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A Santa Casa de Misericórdia de Birigui poderá receber o apoio de um Conselho Consultivo formado por membros da sociedade civil para acompanhar a administração do processo de recuperação financeira e de sua imagem perante a comunidade.

A proposta foi levantada segunda-feira (2), em reunião da equipe interventora e clínica do hospital e o prefeito Leandro Maffeis, com empresários e representantes de entidades de classe, realizada no auditório do Centro Administrativo da Prefeitura de Birigui.

“A formação do Conselho Consultivo, que teria como integrantes profissionais de diferentes setores da sociedade, funcionaria como o embrião da futura administração da Santa Casa de Birigui, após superada todo a crise que o hospital está atravessando”, disse o interventor da Santa Casa, Alex Brasileiro.

Outra medida apontada no encontro é ampliar a divulgação da campanha permanente “Águas da Vida”. A colaboração é voluntária e pode ser feita junto com o pagamento da tarifa de água, em Birigui. “O discreto aumento nesse tipo de arrecadação, que conta com a boa a vontade do morador da cidade, é o que tem nos ajudado na compra os materiais de mais urgência”, completou Brasileiro.

A Santa Casa de Birigui é o único hospital do município credenciado para realizar atendimento de pacientes pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Além da cidade sede, a unidade é referência na realização de procedimentos de média complexidade para 10 municípios da microrregião de Birigui.                    

“É um número muito grande de pessoas que dependem da manutenção dos serviços prestados na área da saúde pela Santa Casa de Birigui. Com isso, nossa responsabilidade é ainda maior em recuperar o hospital que enfrenta crise financeira e de imagem. Um patrimônio de Birigui que foi afetado pela má fé daqueles que usaram esse local de forma criminosa”, salientou o prefeito Leandro Maffeis, se referindo ao prejuízo deixado pelo grupo investigado na Operação Raio-X.

 

INTERVENÇÃO

A Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Birigui está sob intervenção administrativa desde o dia 25 de fevereiro. A decisão do Executivo de assumir emergencialmente a administração do hospital se deu com o objetivo de assegurar atendimento hospitalar à população e dar transparência ao processo administrativo da entidade.

Recentemente, durante prestação de contas na Câmara de Birigui, a equipe interventora que está atuando no hospital divulgou preliminarmente que a entidade acumula dívida superior a R$ 46,2 milhões. Uma auditoria externa está em andamento para apontar o déficit financeiro real do hospital.

Dentre as muitas situações encontradas pela equipe responsável pela auditoria interna na administração do hospital, situações como empréstimo consignado junto ao SUS e banco Caixa Econômica Federal, que compromete o valor repassado via Ministério da Saúde para a Santa Casa até 2031, foram alguns dos muitos entraves que chamaram atenção.

 

 

Ultimas Noticias