15.5 C
Araçatuba
terça-feira, junho 28, 2022

Ricardo Salles confirma pré-candidatura à Câmara Federal e lamenta escolha do ex-governador

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Presente no evento “São Paulo: A locomotiva da economia do Brasil”, em Birigui, o ex-ministro do meio ambiente Ricardo Salles (PL), que confirmou na sexta-feira (3) sua pré-candidatura à deputado federal, afirmou lamentar a união do ex-governador Geraldo Alckmin com Lula. 

Salles foi secretário pessoal de Alckmin durante um de seus mandatos no governo estadual, nos anos de 2013 e 2014, sendo posteriormente secretário de estado do meio ambiente entre os anos 2016 e 2017, e novo mandato de Alckmin no estado. 

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (3), em Birigui, Salles afirmou ter ficado decepcionado com a aliança e disse que a candidatura de Bolsonaro à reeleição é um ato de resistência. 

“Eu fiquei muito decepcionado com essa atitude. Aliás, acho, viajando pelo estado de São Paulo, nas regiões onde eu vou, os paulistas, principalmente no interior onde as pessoas têm muito valores familiares e tudo isso, os paulistas ficaram muito decepcionados com essa atitude dele. Agora, isso mostra, o quão importante é a candidatura do presidente Bolsonaro, que é a última linha de resistência contra tudo isso aí”, afirmou.

Salles não poupou críticas a Lula e o chamou de “maior ladrão do Brasil” ao citar os deméritos de seu período na presidência.

“O próprio Dr. Geraldo Alckmin disse na eleição de 2018 que Lula e os petistas querem voltar à cena do crime, e é isso que está acontecendo. Nós sabemos, o Lula foi inocentado simplesmente por uma questão processual, no mérito, todas aquelas acusações contra ele e os petistas são verdadeiras: corrupção, aparelhamento, destruição das estatais, da Petrobras, dos fundos de pensão, dos bancos públicos, ou seja, essas pessoas roubaram tanto que o Brasil entrou em um colapso. Além disso não fizeram as reformas, não fizeram os avanços institucionais que o Brasil precisava. É muito triste a gente ver essa união, infelizmente, do Geraldo Alckmin, com o maior ladrão do Brasil que é o Lula”, afirmou.

O pré-candidato Ricardo Salles ainda afirmou que o Brasil está preparado para crescer mais rápido do que a maior parte do mundo a partir de agora, graças às ações do governo Bolsonaro.

“É importante dizer o seguinte, o Brasil foi uma das economias que menos caiu na pandemia graças as ações do Bolsonaro. A inflação do Brasil está alta, mas os Estados Unidos tem a maior inflação dos últimos 40 anos, a Europa a maior inflação dos últimos 60 anos, então o mundo inteiro está tendo problemas com relação à inflação e alimentos. Os combustíveis a mesma coisa, a guerra da Ucrânia e da Rússia. Portanto, tudo isso mostra que não está fácil em nenhum lugar do mundo, o Brasil infelizmente não é exceção. Mas a hora que o Brasil retomar o crescimento, o Brasil vai crescer muito mais rápido que todos os outros países”, projetou. 

Nesta sexta-feira (3), antes dos eventos que participou na região, Salles confirmou pelo twitter sua pré-candidato à Câmara Federal. Em postagem rápida feita às 15h, ele escreveu “Sou pré-candidato a deputado federal”. 

 

Ultimas Noticias