14.2 C
Araçatuba
terça-feira, maio 17, 2022

Principais municípios da região de Araçatuba criaram quase 1.000 vagas de emprego em janeiro

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

As quatro cidades mais populosas da região de Araçatuba criaram juntas quase 1.000 empregos formais no mês de janeiro de 2022. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (9) pelo Novo CAGED, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Previdência. 

Juntas, Araçatuba, Birigui, Andradina e Penápolis tiveram um saldo positivo de 994 vagas de trabalho formal abertas nos primeiros 31 dias deste ano. O saldo é derivado das 4.559 contratações e 3.565 demissões feitas no período nos diversos setores econômicos destes municípios. 

Das quatro cidades, o destaque na geração de empregos ficou com Birigui, que gerou 570 vagas neste período. Somente na cidade foram 1.520 admissões e 950 desligamentos. 

O destaque foi a indústria, que sozinha teve saldo de 430 novos postos de trabalho abertos em janeiro, sendo que 821 trabalhadores foram contratados. A indústria é o setor mais forte da economia biriguiense, com 12.671 vínculos celetistas ativos, segundo dados do CAGED. 

Serviços, com saldo de 136 vagas criadas, e construção, com 29 trabalhadores a mais na ativa, também tiveram desempenho positivo em Birigui. Comércio (-23) e agropecuária (-2) tiveram desempenho negativo.

Já o município de Araçatuba criou 338 novas vagas de emprego no mês de janeiro, resultado de 1.972 contratações e 1.634 desligamentos. Mais uma vez, o setor de serviços foi destaque, com 2121 novos postos de trabalho abertos, com 969 pessoas contratadas. 

A indústria também foi destaque na cidade com 123 novas vagas. Comércio com 13 e construção com uma vaga, também fecharam no azul, enquanto a agropecuária teve saldo negativo de 11 vagas. Araçatuba é a cidade da região com o maior número vínculos celetistas ativos, com 49.664, o que significa o número de trabalhadores no regime de CLT. 

Penápolis também teve números positivos com a criação de 164 vagas de emprego. Na cidade, o setor de serviços, com 78 novos trabalhadores, e a indústria, com saldo positivo de 74 vagas, foram os destaques. A construção ainda foi responsável por mais 27 vagas criadas.

Apenas comércio (-2) e agropecuária (-13) fecharam janeiro com saldo negativo na terceira maior cidade da região.

Por fim, Andradina foi o único município que teve saldo negativo na abertura de vagas entre os quatro principais. Foram 78 postos de trabalho fechados, resultado de 487 contratações e 565 demissões.

Todos os setores tiveram desempenho negativo no primeiro mês do ano andradinense, com destaque negativo para o comércio, que fechou 62 postos de trabalho. 

Estado e País

Segundo dados do CAGED, o estado de São Paulo ficou com saldo positivo de 48.355 vagas de emprego em janeiro, com destaque para o setor de serviços, com 29.607 postos de trabalho abertos. São cerca de 12,6 milhões de vínculos celetistas ativos no estado. No país, foram 155.178 vagas criadas, com 40,8 milhões de vínculos. 

 

Ultimas Noticias