REUNIÃO - Fiscais do CREA-SP participam de reunião na sede da AEAN, em Araçatuba

Prefeitura de Araçatuba terá obras fiscalizadas em ação do CREA-SP na região

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Obras da prefeitura de Araçatuba também estão na pauta de fiscalização do CREA-SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo), cuja força-tarefa teve início nesta segunda-feira (23) na sede da AEAN, a Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Alta Noroeste. A intenção do órgão é fiscalizar para saber se há profissionais habilidades na área de engenharia tomando conta de obras e trabalhos importantes do poder público.

 

De acordo com o presidente da AEAN, Petrônio Pereira Lima, que já ocupou cargo de secretário do meio ambiente no mandato anterior, a fiscalização no poder público será um dos pontos mais importantes da ação do CREA-SP. Ele afirmou isso em fala ao SRC.

 

“O CREA intensificou fortemente essas ações de fiscalização. As ações têm que estar no DNA. Está acontecendo no estado de São Paulo todo e o importante aqui pra nós como sede de região, é que a prefeitura de Araçatuba também será fiscalizada”, afirmou.

 

De acordo com Petrônio, este tipo de fiscalização é importante tanto para os profissionais da área, como para a segurança da população, que estará frequentando obras devidamente creditadas a pessoas do ramo, aumentando a sensação de proteção.

 

“A AEAN acompanha e dá todo o apoio possível para que essa força-tarefa tenha êxito, porque ela é um instrumento importantíssimo e fundamental para a fiscalização do exercício profissional. Além disso, nós vamos também nas empresas, no poder público, aí fecha todas as ações, atividades, que os profissionais da área de engenharia e agronomia atuam”, afirmou o presidente da AEAN.

 

Um encontro entre os profissionais da área, fiscais e autoridades, ocorreu na manhã de ontem (23), na sede da AEAN, em Araçatuba, antes do início dos trabalhos, que já começaram nesta segunda.

 

Como representante do CREA-SP, o engenheiro civil e diretor de relações institucionais da entidade, Mamede Abou Dehn Júnior, afirmou que foi feita uma triagem chamada de “triagem inteligente” para definir os locais que serão fiscalizados pela força-tarefa nos próximos 10 dias nos municípios de Araçatuba, Santo Antônio do Aracanguá, Guararapes, Rubiácea, Bento de Abreu e Valparaíso.

 

“A triagem é feita da seguinte forma: foi feita uma fiscalização inteligente. Dentro dos escritórios os fiscais fazem. A gente tem convênio com a Jucesp, com a Receita. Essa força tarefa é uma ação mais robusta. A função do CREA é fiscalizar o exercício profissional, proteger a sociedade de serviços e obras que não tenham profissionais à frente, para garantir essa proteção”, explicou Mamede. “Serão 10 dias. A força tarefa acontece esses 10 dias, mas a fiscalização trabalha o tempo todo. Serão fiscalizados usina de açúcar e álcool, prefeituras, quadros técnicos de empresas que participaram de licitação nos últimos dois anos, denúncias e órgãos irregulares”, seguiu.

 

De acordo com Mamede, é possível que pessoas comuns denunciem possíveis irregularidades em obras através do site do CREA-SP.

 

“Pode fazer a denúncia. Tanto pelo site do CREA, tem a aba ao lado de ‘fiscalização’, tem a parte de denúncia, não tem problema, é anônima, ninguém vai saber que foi você que fez. Ou vir até uma unidade do CREA, que em Araçatuba fica junto da sede da AEAN”, explicou.

 

O site do CREA-SP é o creasp.org.br. Por lá, a aba “fiscalização” é a segunda da direita para a esquerda, onde há opção sobre como fazer uma denúncia. A ação de fiscais seguirá até a próxima semana. 

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Balconista é preso com 85 tijolos de maconha

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O balconista G.G.S, 38 anos, residente em Goiânia (GO), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *