TARDE - Em Araçatuba, imunização contra a covid-19 ocorre no período da tarde na zona urbana

Período de vacinação para pessoas com comorbidades e motoristas é prorrogado em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!

Pessoas com comorbidades entre 45 e 49 anos, deficientes contemplados com o BPC, Benefício de Prestação Continuada, motoristas e cobradores do transporte coletivo terão ainda hoje e amanhã em Araçatuba para se vacinar contra a covid-19.

O período de vacinação deste público se encerraria nesta terça-feira (25), mas foi adiado até quinta (27).

Segue também a vacinação de gestantes e puérperas com comorbidades a partir de 18 anos, pessoas com 60 anos ou mais, além da segunda dose da AstraZeneca para idosos acima de 80 anos.

A vacinação ocorre nos dias úteis das 13h às 19h na zona urbana. Os pontos de imunização são o Araçatuba Shopping, o Shopping Praça Nova, o Núcleo de Gestão Assistencial, a paróquia São Paulo Apóstolo, e o drive-thru do recinto de exposições Clibas de Almeida Prado. Na zona rural, a vacinação é das 8h às 19h na UBS do bairro Engenheiro Taveira.

É necessário levar documento com foto, CPF, e comprovante de comorbidade. Para profissional do transporte é necessário fazer cadastro no Vacina Já e gerar o QR Code.

Comorbidades

Pelo Plano Nacional de Imunizações, serão vacinadas as pessoas com comorbidades de 40 a 59 anos com as seguintes doenças cardiovasculares: insuficiência cardíaca; cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndrome coronarianas; valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias; doença da aorta, dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas; arritmias cardíacas; cardiopatias congênitas no adulto; e próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados.

Ainda para as pessoas com comorbidades de 40 a 59 anos, são enquadradas com doenças crônicas: doenças crônicas; diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial resistente; hipertensão artéria estágio 3; hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo; doença cerebrovascular; doença renal crônica; imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos); anemia falciforme; obesidade mórbida; cirrose hepática; e HIV.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Nova comandante do 2º BPM-I já quis ser médica e acredita ser a primeira de muitas mulheres no posto

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA A Tenente Coronel PM Adriana Roledo Beluzo, de 45 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *