14.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

Parte dos araçatubenses ainda optou pelo uso da máscara no primeiro dia da liberação

DIEGO FERNANDES – ANDRADINA

No primeiro dia de liberação das máscaras no estado de São Paulo, muita gente ainda utilizou o utensílio pelas ruas de Araçatuba. Em diferentes ambientes, muita gente resolveu continuar mascarado, ainda buscando proteção contra a covid-19. A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL esteve em alguns locais nesta sexta-feira (19), para observar o comportamento do público quanto ao uso ou não da máscara. Alguns locais mantiveram a exigência da máscara para funcionários em um primeiro momento. Isso ocorreu em algumas agências bancárias da área central de Araçatuba, onde atendentes seguiam com a máscara para receber o fluxo de clientes. Já entre estes, alguns utilizavam a máscara e outros não. Uma mulher, que não quis se identificar, ao entrar em uma agência bancária lembrou-se da máscara e perguntou se era obrigatório a utilização. Ao receber a resposta negativa, ela comemorou dizendo “até que enfim”. No comércio, era fácil encontrar pessoas ainda mascaradas, principalmente entre os funcionários das lojas. Entre os consumidores, a proporção era bem parecida entre os que abandonaram o apetrecho e outros que seguiam utilizando a proteção. Uma das que decidiu continuar usando a máscara foi a jornalista e vendedora Fernanda Santana, que afirmou que seguirá com o utensílio por causa do seu filho, de quase 1 ano, que pela idade, ainda não está vacinado contra a covid-19. “Eu vou continuar usando por causa do Léo. Como ele ainda não está vacinado, tenho medo dele pegar a covid”, disse. “Acho que quando você tem criança tem que continuar tendo cuidado, usar máscara, álcool em gel. Pelo menos até ter vacina para as crianças com menos de 5 anos. E também acredito que é cedo para liberar desse jeito. Poderiam esperar até saí vacina para as crianças menores de 5 anos”, opinou Fernanda. A consultora de negócios Daiane Andrioli, por exemplo, afirmou que também seguirá utilizando a máscara em lugares de grande fluxo, porém, já não está mais utilizando o utensílio em outros locais, como por exemplo, na academia. “Eu vou continuar usando em lugares de grande fluxo, como o mercado. É apenas por uma questão de achar que não acabou, a covid está aí. Infelizmente temos notícias que estão tomando uma proporção maior no momento, e a questão da covid acaba ficando um pouco de lado, mas ainda está no ar, nas ruas. Por prevenção, em mercados, shopping, vou usar”, disse. “Na academia, onde vou sempre, não uso porque atrapalha meus exercícios”, afirmou Daiane. O município de Araçatuba, assim como Birigui, aderiu à liberação do governo do estado e também publicaram decreto liberando o uso das máscaras em todos os ambientes, com exceção do transporte público e das unidades de saúde. O anúncio da liberação e o decreto do governo estadual foram publicados em edição extra do Diário Oficial do Estado da última quinta-feira, e tiveram como base uma nota técnica do Comitê Científico. Foto: Máscaras dentro Crédito: Diego Fernandes Legenda: OPÇÃO – Araçatubenses utilizam máscara mesmo após fim da obrigatoriedade

Ultimas Noticias