Home Cidades Araçatuba Obras para construção de nova ponte sobre o Rio Aguapeí seguem em ritmo acelerado

Obras para construção de nova ponte sobre o Rio Aguapeí seguem em ritmo acelerado

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – SANTÓPOLIS DO AGUAPEÍ

A Secretaria de Logística e Transportes, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), mantém em ritmo acelerado as obras para construção de uma nova ponte na rodovia Assis Chateaubriand (SP 425), sobre o Rio Aguapeí. Iniciados em julho de 2020, em plena pandemia, os serviços já atingem cronograma de execução de 15%, e a previsão de entrega é março de 2021.

Com investimento de R$ 13,3 milhões do Governo do Estado, a nova ponte no Km 348 terá extensão de 115 metros, guarda-corpos, barreiras de concreto e será construída em nível mais alto para evitar as constantes cheias que atingem o Rio Aguapeí.

Atualmente, as equipes trabalham no desmonte da ponte existente e na construção das vigas de sustentação da nova estrutura em concreto.

Por dia, trafegam pelo trecho da SP 425 em Santópolis do Aguapeí mais de cinco mil veículos, sendo que 41% deste tráfego são de veículos comerciais. “A SP 425 é um importante corredor logístico do Estado de São Paulo, ligando toda a região Noroeste até a divisa com o Estado do Paraná. As obras vão possibilitar deslocamentos de forma mais segura e ágil”, afirmou o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

 

Rotas Alternativas

Com a interdição da ponte para obras, os motoristas que trafegam do Paraná ao Estado de Minas Gerais, podem utilizar como desvio principal a rodovia Euclides de Oliveira Figueiredo (SP 563). A partir daí, toma rotas distintas relativas à região de Minas Gerais a ser acessada. Também é pela mesma estrada que os motoristas vindos do sudoeste de Minas poderão seguir viagem para o Paraná, durante o período de interdição da ponte.

Já o tráfego local, nas cidades vizinhas a Santópolis do Aguapeí, Iacri, Rinópolis e Piacatu, a rota alternativa oficial passa pelas rodovias Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294), Euclides de Oliveira Figueiredo (SP 563) e Via Rondon (SP 300), no sentido das cidades de Rinópolis ou Parapuã até Bilac ou Clementina. A população local pode ainda utilizar vias municipais.

Há ainda o desvio realizado por estradas vicinais das prefeituras. Para que este trajeto fosse possível, o DER tem realizado serviços para a conservação da vicinal que liga Rinópolis a Piacatu numa extensão de aproximadamente 17 quilômetros.  As Unidade Básica de Atendimento (UBA) também têm prestado serviços de emergência e socorro mecânico aos usuários deste trecho, durante o período de obras.


Compartilhe esta notícia!