CORRETO - Médico Marcelo Moreno ensina como usar adequadamente a máscara DIVULGAÇÃO

Médico intensivista ensina a maneira correta de usar máscara de proteção ao coronavírus

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

O médico clínico e intensivista, Marcelo Spegiorin Moreno, docente do Curso de Medicina do Unisalesiano, ressalta ser de extrema importância o uso da máscara na proteção contra a covid-19 e de outras doenças cuja transmissão se dá em forma de gotículas.

Na entrevista, o médico aborda o objetivo do equipamento de proteção, a forma como usar a máscara, higienizar, e a conscientização da população sobre a doença que provocou a pandemia atual.

 

– Como a máscara protege do novo coronavírus?

Dr. Marcelo Spegiorin Moreno – A máscara tem a função de barreira como se fosse um filtro impedindo a passagem de pequenas partículas. Como o vírus da Covid-19 é transportado pelas gotículas, o objetivo da máscara é fazer uma barreira para que essas gotículas não ultrapassem e levem o vírus até a boca e nariz. Da mesma maneira, quem tem a doença, usando a máscara evita que esse vírus se espalhe no ambiente.

 

Além do novo coronavírus, a máscara protege contra outras doenças?

Doutor Marcelo Moreno – Sim, contra diversas outras doenças que também são transmitidas por gotículas, como os vírus da gripe, muito comum, principalmente, no inverno. Outros, como caxumba, catapora, resfriados, também. Essas doenças podem ter a incidência diminuída por conta do bloqueio com o uso da máscara.

 

 Pode afirmar que, com o uso da máscara, há uma queda no número de internações por outras doenças, como pneumonias?

Doutor Marcelo Moreno –  Tem-se observado a diminuição da internação de casos de pneumonia, mas também os casos ambulatoriais, nos consultórios. Muito provavelmente, medidas como o uso de máscaras e o distanciamento social têm contribuído para isso.

 

Pode usar máscaras feitas com quais tecidos?

Doutor Marcelo Moreno – A OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde recomendam o uso de máscaras com duas ou mais camadas. É necessário seguir as recomendações dessas instituições quanto ao material. (De acordo com a OMS, as máscaras cirúrgicas (ou médicas) podem proteger o indivíduo que a usa de ser infectado e impedir que uma pessoa com sintomas da COVID-19 espalhe o vírus Sars-Cov-2 no ambiente. Em locais de transmissão generalizada, e especialmente em locais onde o distanciamento físico de pelo menos 1 metro não é possível, é aconselhável pelo menos o uso destas máscaras não cirúrgicas de tecido. A combinação de materiais para sua confecção deve incluir três camadas: Camada interna feita de material hidrofílico (algodão ou misturas de algodão); Camada intermediária feita de material sintético não tecido, como polipropileno, ou mesmo de algodão, para melhorar a filtração e reter gotículas; e Camada externa feita de polipropileno, poliéster ou da mistura destes materiais. Já o Ministério da Saúde afirma que, para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações, como ter, pelo menos, duas camadas de pano, ou seja, dupla face; os materiais para confecção podem ser tecidos de algodão, tricoline, TNT ou outros).

 

É necessário usar quantas máscaras por vez? E trocar quantas vezes?

Doutor Marcelo Moreno – Nós temos que lembrar que a máscara é de uso individual, não deve ser compartilhada e deve trocada sempre que estiver úmida ou com sujeira aparente. Quando úmida, a máscara perde a capacidade de funcionamento como barreira. No geral, não devemos ficar com a máscara por mais de três horas; recomenda-se trocar nesse período.

 

Como fazer a higienização das máscaras de tecido?

Doutor Marcelo Moreno – método mais eficaz é manter a máscara de molho numa solução com água e água sanitária, por 30 minutos. Esse tempo é suficiente para eliminar qualquer bactéria ou vírus. Depois, a máscara pode ser lavada com água e sabão, normalmente.

 

 Qual a forma de colocar e retirar a máscara do rosto?

Doutor Marcelo Moreno -uando formos usar a máscara, temos que lembrar de higienizar as mãos com álcool gel antes e após de terminar o manuseio. A máscara deve cobrir totalmente o nariz, a boca e o queixo e ficar bem vedada nas laterais, pois as fendas nas laterais podem ser falhas e o vírus pode entrar ou sair por elas. Quando for colocar, tem que acoplar no rosto. A máscara cirúrgica tem um araminha para dobrar no formato do nariz. Ao colocar e tirar, tem que ser pelo elástico por detrás da orelha, nunca tocar na parte da frente. Ao retirar a máscara cirúrgica, deve ser descartada. Se for de tecido, colocar em um saco plástico e fechar para depois lavar.

 

O uso de máscara faz mal à saúde, como sugerem alguns textos e vídeos?

Doutor Marcelo Moreno – Alguns textos e vídeos circularam nas redes sociais pregando que o uso de máscaras poderia ser prejudicial para a saúde, alguns alegando que podia aumentar o gás carbônico inalado, causando acidose no sangue e trazendo prejuízos. Devemos enfatizar que esses textos e vídeos são fake news, não existe nenhum tipo de comprovação que o uso de máscara possa trazer algum prejuízo para o organismo. Devemos reafirmar para as pessoas o contrário: o não uso de máscara pode deixá-las doentes, pode até trazer algum desconforto para algumas pessoas, mas isso não vai causar nenhum malefício maior à saúde delas.

Para finalizar, o Coordenador do Curso de Medicina do Unisalesiano,  Dr. Antônio Henrique Poletto, chama a atenção para a necessidade da manutenção dos cuidados mesmo após a vacinação, como o distanciamento e o uso de máscara. “Além disso, é necessário tomar cuidado, principalmente com eventos sociais, que neste momento devem ser cancelados. Festas de finais de semana, comemorações, mesmo que pequenas, têm um alto nível de transmissão da doença, uma vez que têm caráter informal e não é praticado o distanciamento nem o uso da máscara”, justificou.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Judoca Araçatubense se classifica para os Jogos Escolares Brasileiros

Compartilhe esta notícia!DAVID PRATES – Araçatuba Com apenas 14 anos, a judoca multicampeã araçatubense Sofia …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *