20.3 C
Araçatuba
terça-feira, agosto 9, 2022

Leitura, Qualidade de Vida e Saúde

PAULO AUGUSTO LEITE MOTOOKA

A prática de exercícios físicos certamente promove Saúde e Qualidade de Vida. Ocorre que nem sempre é possível encaixar uma atividade física na agenda diária e, por vezes, há uma certa indisposição de fundo emocional ou psicológico, físico, social ou qualquer outra razão, para deixar de praticá-la.
Ainda que impedido(a) ou indisposto(a) outras práticas menos desgastantes e intensas podem promover bem-estar além de fazer grande diferença em vários aspectos na saúde mental, emocional e social. Uma delas que se destaca em benefícios e vantagens refere-se à Leitura que se caracteriza tão imprescindível e importante quanto à atividade física.
Estudos comprovam que a prática da Leitura pode retardar os sintomas de doenças, a exemplo da demência (ausência ou perda constante e progressiva da memória) e do Alzheimer, na fase da vida adulta, isto porque conforma-se em um bom estímulo às habilidades mentais. Nos mais jovens, e também nos adultos, pode proporcionar outros benefícios, que vale a pena delineá-los a seguir:
Fortalece a criatividade – na medida em que, os livros de ficção tendem a permitir ao leitor maior aceitação de pensamentos diferentes e entendimentos de diversos aspectos de um mesmo assunto, logo, podem encontrar alternativas outras nas questões do dia-a-dia, do trabalho, estudo e na própria vida. Foi esta a descoberta de pesquisadores canadenses.
Reduz o estresse – por proporcionar um relaxamento da tensão muscular que leva à redução da frequência cardíaca. Uma pesquisa no Reino Unido comprovou que uma leitura diária com duração de seis minutos, pode reduzir cerca de 68% os níveis de estresse, e uma outra, afirmou que trinta minutos de leitura pode diminuir a pressão sanguínea e frequência cardíaca, além do sentimento de angústia.
Melhora a qualidade do sono – por ser uma atividade relaxante, que desacelera o organismo e reduz o estresse, logo pode levar a um sono profundo e reparador.
Aumenta a atenção e concentração – estudos comprovam que as pessoas que fazem leituras longas, fortalecem as habilidades de selecionar, organizar e filtrar as informações, ou seja, consegue ter mais foco sobre a atividade que está fazendo, logo isolando outros estímulos (fatos ou objetos) eventualmente capazes de interferir na atenção. Leituras diárias de 15 a 20 minutos pode ampliar esse potencial e ajudar a ser mais produtivo.
Desperta a humanização – pesquisadores americanos demonstraram que a leitura de ficção estimula a empatia (entender os sentimentos dos outros), que significa olhar para a outra pessoa com os olhos dela. Isso fortalece as relações interpessoais e a convivência social, sobretudo pelo acolhimento, respeito e não julgamento do outro, logo tornando as pessoas mais humanas e aptas a uma convivência melhor.
Afirmam ainda os estudiosos que as pessoas que leem livros, independentemente da temática, pelo período de três horas por semana, podem prologar a expectativa de vida, ou seja, viver mais tempo. Mesmo porque pela Leitura é possível informar-se e aprender mais, bem como formular pensamentos reflexivos, conhecer sobre atividade física, alimentação saudável, saúde emocional, terapêuticas, e etc.
Como se observa a prática da Leitura não visa somente ganhos informativos, mas também possui potencial de transformação das pessoas, e caso esta breve leitura entreteve você, foi prazerosa e informativa, pode ser que contribuiu também para promoção de sua Saúde, Qualidade de Vida e Bem-estar.

Coronel PM PAULO AUGUSTO LEITE MOTOOKA10
Comandante do Policiamento do Interior – Dez
Mestre e Doutor em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública
Bacharel em Direito, Psicologia e Especialista em Direito Ambiental

Ultimas Noticias