10.7 C
Araçatuba
quinta-feira, maio 19, 2022

Índios da Aldeia Icatu fazem apresentação cultural para alunos de duas creches

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

Indígenas da etnia Terena-Kaingang, que vivem na Aldeia Icatu, na cidade de Braúna, realizaram, na terça-feira (26/04), apresentação cultural em dois CEIs (Centros de Educação Infantil) de Birigui. A visita às creches foi parte das atividades alusivas ao Dia do Índio, celebrado oficialmente em 19 de abril.

Pela manhã, o grupo se apresentou no CEI Ana Souto Trevisan, no bairro Costa Rica, que conta com cerca de 130 alunos entre quatro meses e cinco anos. À tarde, foi a vez do CEI Bella Clark, no Jardim Ipanema. Nas duas unidades as apresentações foram observadas com atenção pelas crianças.

“Ao longo do ano nós trabalhamos as datas comemorativas. Este mês estamos falando com as crianças sobre o índio e sua cultura. Para tornar o conteúdo mais concreto convidamos os representantes da aldeia Icatu para esta visita”, explicou a diretora da unidade, Marisa Bianchini Pontes Minari.

A secretária de Educação, Iládia Cristina Marin Amadio, explicou que existe um plano pedagógico para ser cumprido, mas cada unidade tem autonomia para ampliar esse plano. “O objetivo é que as atividades ajudem a fixar da melhor maneira possível o conteúdo proposto para nossos alunos”, disse.

 

MANUTENÇÃO DA CULTURA

O cacique e líder da Aldeia Icatu, Ronaldo Iaiati, de 53 anos, afirmou que é importante a interação de seu povo com a comunidade da região. “As apresentações nos ajudam a divulgar nossa cultura e incentiva os jovens da aldeia a manterem as tradições do nosso povo”, observou.

Para os alunos das creches o cacique disse que foram feitas as danças do bate-pau e de apresentação de um novo líder. Os indígenas usaram roupas feitas a partir de materiais rústicos, encontrados na natureza e adereços artesanais confeccionados a partir de sementes e penas de animais.

Iaiati explicou que tudo é colhido da natureza, sem o sacrifício de animais. “Em primeiro lugar é preciso pregar o respeito ao meio ambiente. Não é preciso a degradação para extrair dele nosso sustento e todos os adereços que precisamos para o artesanato produzido na aldeia”, frisou o cacique.

A aldeia Icatu ocupa área de cerca de 300 hectares de terra no município de Braúna, na margem esquerda do Córrego Icatu. Ela formou-se a partir da transferência, nos anos 40, das famílias Terena, originária do Mato Grosso do Sul, para o posto Icatu. Hoje, segundo o cacique, no local vivem 54 famílias, cuja população estimada é de 200 pessoas.

 

 

Ultimas Noticias