CERCADO - Fogo começou na terça-feira e atingiu várias fazendas até chegar à área urbana de Santo Antônio do Aracanguá, cobrindo a cidade de fumaça

Incêndios mobilizam força-tarefa e levam preocupação a duas cidades

ANTÔNIO CRISPIM
Aracanguá

Dois incêndios de grandes proporções mobilizaram Corpo de Bombeiros, equipes das prefeituras, brigadistas de usinas e até mesmo pessoas da comunidade para combate às chamas. O primeiro incêndio começou na terça-feira, em Aracanguá e persistia até a noite dessa quarta-feira, causando transtorno e preocupação aos moradores. O outro incêndio foi em Valparaíso, em área de canavial próximo ao complexo penitenciário e o anel rodoviário. As chamas chegaram muito próximo da cidade, também causando muita preocupação e mobilizando dezenas de pessoas, mas os ventos dificultavam o trabalho de combate às chamas,
O incêndio de Santo Antônio do Aracanguá começou no início da tarde de terça-feira em área da tradicional Fazenda Lagoa Formosa, As chamas queimaram parte da fazenda e atingiram reservadas de mata nas duas margens da Rodovia Elyeser Montenegro Magalhães. O jornalista Sebastião dos Santos, o Cutia, que atua na área de comunicação da Prefeitura, disse que a tarde foi de muito trabalho e a força-tarefa composta por bombeiros, pessoal da Prefeitura e equipes das usinas. As chamas foram debeladas.
No entanto, durante a noite o fogo recomeçou e os fortes ventos propagaram as chamas rapidamente. Além da Fazenda Lagoa Formosa, fogo atingiu as fazendas Cachoeirinha e Macaúba e também o sítio de Sebastião Gonçalves.
Com a aproximação das chamas da área urbana, houve concentração de esforços para criar uma área de isolamento e proteção. Homens e máquinas trabalharam durante horas. Mesmo assim, o fogo atingiu uma reserva plantada nos núcleos Junqueira Andrade e José Rissi e nos Bairros São Francisco e Santa Clara.
“A cidade está coberta de fumaça e o fogo chegou na área urbana”, disse Sebastião dos Santos no início da noite. Algumas pessoas de Araçatuba que estavam Santo Antônio do Aracanguá não tinham segurança para enfrentar a estrada. Glauco Ortolan disse que já estava próximo da saída, mas preferiu esperar devido à baixa visibilidade.
Algumas pessoas expressaram medo nas redes sociais, temendo que o fogo pudesse atingir casas. O trabalho das equipes era exatamente para evitar que as chamas chegassem próximo as casas. O combate em campo – pastagem e canavial era quase impossível.

VALPARAÍSO
Em Valparaíso o fogo começou em uma área de canavial próximo ao complexo penitenciário e ao anel rodoviário, que dá acesso à Rodovia Marechal Rondon. O fogo começou por volta de 13h30 e rapidamente se alastrou, chegando próximo à região periférica da cidade, que também ficou coberta com densa fumaça.
O combate às chamas teve a participação do Corpo de Bombeiros e equipes da Prefeitura e das usinas. O povo foi para as ruas para ver as chamas, que chegaram a vários metros de altura. Até por volta de 19h30 ainda havia focos de incêndio no local.

PREOCUPAÇÃO – Em Valparaíso o fogo começou ontem às 13h30 e se estendeu ou várias horas, queimando extensa área de canavial próximo ao complexo penitenciário

Veja também

Pipas causam mais de 160 interrupções de energia na região de Araçatuba

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Um levantamento da CPFL Energia, em todas as cidades atendidas pela …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *