OCUPAÇÃO - Santa Casa de Araçatuba está com 85% de leitos ocupados na UTI covid

Hospitais de Araçatuba estão com 95% de ocupação nas UTIs

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Foram divulgadas 4 novas mortes e 179 novos casos de covid-19 nesta segunda-feira (21) pela vigilância epidemiológica de Araçatuba. Os números correspondem aos dados entre o final da tarde de sexta-feira (18) e final da tarde de ontem.

Com isso são 23.836 pessoas que foram contaminadas com o vírus no município e 717 que foram a óbito por complicações da doença.

São 1.980 pessoas em monitoramento domiciliar e outros 105 internados, totalizando 2.085 pacientes com o vírus ativo.

O município tem 43 pessoas em tratamento nas UTIs com casos mais graves da doença. São 30 internados na Santa Casa, com ocupação de 85%, e outros 13 no Hospital Unimed, que está com 130% de leitos ocupados. Ainda há dois casos suspeitos na UTI Neonatal e Pediátrica.

São 80 pessoas em leitos de enfermaria, com 36 na Santa Casa, 24 no Hospital da Mulher e 20 no Hospital Unimed. Ao todo, são 125 pessoas de Araçatuba e região em tratamento em hospitais do município.

Birigui

Foram mais 7 mortes e 48 casos de coronavírus ao longo do final de semana em Birigui. A cidade chegou a 11.996 casos positivos e 491 óbitos desde o início da pandemia.

São 21 pessoas em tratamento nos leitos de covid-19 da Santa Casa de Birigui. Onze delas estão na UTI, sendo 8 casos confirmados e 3 suspeitos. A ocupação é de 110% na ala.

Há outros 8 pacientes na ala de enfermaria, todos com casos já diagnosticados. A ocupação é de 66%. Outro paciente está na ala de pediatria também com caso confirmado.

Andradina

Os hospitais de Andradina registraram mais 4 óbitos de pacientes por covid-19 no último final de semana. Foram 3 mortes na Santa Casa e uma no Hospital de Campanha do AME.

A Santa Casa, mesmo com ampliação de leitos, segue com 100% de ocupação, com 17 pessoas na UTI e 9 na enfermaria.

Outras 18 pessoas estão no AME, sendo 8 na enfermaria e 10 na UTI. Ao todo, o município trata 44 pacientes.

De acordo com a prefeitura de Andradina, até a última sexta-feira (18), o município tinha 6.349 casos confirmados e 243 óbitos por covid-19.

Penápolis

A prefeitura de Penápolis divulgou uma morte e 56 casos confirmados de covid-19 no final de semana. São 7.507 casos confirmados de coronavírus e 220 mortes registradas.

A Santa Casa de Penápolis está com 46 pacientes internados com confirmação ou suspeita de covid-19. São 25 na enfermaria covid, 9 na UTI covid, 9 na UTI geral e 3 em leitos de suporte ventilatório.

São 27 moradores de Penápolis entre os internados e os demais são de municípios da região como Avanhandava, Braúna, Glicério, Alto Alegre, Barbosa e Luiziânia.

Lins

Em Lins foram 54 novos casos e duas mortes ao longo do final de semana. O número de infectados pela covid-19 subiu para 10.558 e são 262 mortes até o momento.

São 11 pacientes internados na UTI da Santa Casa, sendo 9 do município de Lins e dois da região. A ocupação da ala está em 66%.

Outros 36 pacientes estão nos demais hospitais, sendo 20 em enfermaria e 16 em UTI.

Guararapes

O município registrou uma nova morte e mais 41 casos de coronavírus ao longo do final de semana.

Com os novos números, Guararapes chega a 3.663 casos e 93 óbitos registrados. São 14 pessoas internadas, sendo 10 na própria cidade, duas em Mirandópolis, uma em Araçatuba e uma em Ribeirão Preto.

Três Lagoas

Ao longo do final de semana, a prefeitura de Três Lagoas divulgou 198 novos casos e 6 mortes por covid-19. São agora 17.615 casos e 446 óbitos desde o início da pandemia.

Atualmente são 673 casos ativos de coronavírus entre os munícipes e caiu de 66 para 59 o número de internados.

São 32 pacientes internados em UTI na cidade, sendo 24 ocupando 80% dos leitos da rede pública e 8 ocupando os 66% da rede particular.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Devido ao frio, secretaria vai vacinar pessoas com 29 anos ou mais no Ginásio “Cacilda Acre Rocha”

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS Três Lagoas recebeu do Ministério da Saúde, por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *