23.6 C
Araçatuba
sábado, maio 21, 2022

Fundo Social e Tiro de Guerra realizam mutirão da Campanha do Agasalho no sábado

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

O Fundo Social de Solidariedade de Birigui realiza no próximo sábado (14/05) o lançamento da campanha do agasalho “Inverno Solidário”, com um mutirão que contará com o apoio do Tiro de Guerra. Atiradores estarão percorrendo diversos bairros, das 8h30 às 14h30, recolhendo doações.

“Neste sábado, os atiradores irão percorrer alguns bairros recolhendo casa a casa doações de mantas, cobertores, agasalhos e roupas em bom estado de conservação que serão repassados para famílias que mais precisam”, explicou a presidente do Fundo Social, Silvana Caetano Gomes Leal Milani.

Serão visitados ruas dos bairros: Centro, Vila Troncoso, Jardim Santa Helena, Vila Operária, Vila Xavier, Nelson Calixto, Vila Guanabara, Vila Roberto, Jardim Klayton, Vila Maria, Vila Pontes, Residencial Braguim, Jardim Pérola, Vila Staff, Vila Cortelazzi, Vila Saudades, Morumbi e Bela Vista.

A ação acontecerá ainda no Jardim Nova Era, Jardim Stábile, Nossa Senhora de Fátima, Residencial Mont Blanc, Vila Gardenal, Vila Giampietro, Jardim Tropical, Icaray, Santo Antônio, Paineiras, São Bento, Jardim do Prado, Vila do Chafariz, Residencial Modelo e Residencial Vereador Reginaldo Liessi.

Silvana disse que a expectativa de arrecadação é grande, pois, depois de dois anos por causa da pandemia, as ações diretas estão retornando para as ruas. “Contamos mais uma vez com a solidariedade de nossa população para aquecermos o inverno de pessoas em vulnerabilidade social”, pediu.

 

PONTO FIXO

As doações para a campanha do agasalho já podem ser feitas no Fundo Social – na rua Santa Teresa, 365, Vila Xavier – que fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Após separada, as peças doadas são repassadas para as famílias por meio do Bazar Solidário que funciona na sede do Fundo Social.

A orientação para quem for deixar sua doação é para que os itens estejam limpos, higienizados e embalados em sacolas plásticas, totalmente fechadas. “Desta forma, evitaremos a propagação de doenças, como a covid-19”, esclareceu a presidente do Fundo Social de Solidariedade.

 

Ultimas Noticias