FECHADO - Comércio não essencial passa a ficar fechado a partir de hoje

Fase vermelha começa hoje em SP e empresários de Araçatuba já se preparam para possível prorrogação

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Tem início hoje a fase vermelha em todo o estado de São Paulo, determinado pelo governador João Dória (PSDB) na última quarta-feira. A partir de hoje até o próximo dia 19 de março, pelo menos, nenhum estabelecimento considerado não essencial poderá funcionar com a presença de público, mantendo seu atendimento exclusivamente pela internet.

A medida é a mais restritiva desde o início da pandemia já que, além da proibição de abertura do comércio, shoppings, bares, restaurantes, salões de beleza, academias, concessionárias, dentre outros, durante o período diurno; ainda conta com um “toque de restrição” no período noturno com duração de 9 horas diárias, indo das 20h às 5h. Neste período, a circulação de pessoas será restrita e fiscalizada, sendo que só serão permitidos deslocamentos por trabalho, sujeitando à multa os transeuntes e motoristas que desrespeitarem a medida.

Estabelecimentos comerciais que descumprirem a quarentena mais rígida também estarão sujeitos à multa e à interdição do estabelecimento, que pode ir de 30 dias até à cassação do alvará de funcionamento em caso de reincidências contínuas.

Apesar da medida ter sido adotada apenas por 15 dias, empresários de Araçatuba, principalmente donos de bares e restaurantes, já estão “preparados para o pior” e estimam que este período de lockdown possa durar até 60 dias.

Segundo Sildemar Paulucci, dono de um food truck em Araçatuba, para estabelecimentos como o dele, que só funcionam plenamente a partir da fase amarela, a espera pela reabertura deve ser ainda mais longa.

“Não acredito que será 15 dias, estamos estimando em 60 dias ou mais, haja vista o aconteceu ano passado”, afirmou o empresário, lembrando que em 2020 as lojas do comércio ficaram fechadas por 4 meses, enquanto bares e restaurantes ficaram fechados por 5 meses durante o dia e 6 meses no período noturno.

Paulucci ainda lembrou que a situação é mais difícil agora pelo toque de restrição, já que as entregas no local também ficam proibidas a partir das 20h, restando apenas o atendimento por delivery.

“As vendas balcão representam 60% das vendas, estamos trabalhando pra amenizar isso. A retirada ajudava bastante na antiga fase vermelha, mas com essa restrição as coisas tendem a ficar mais difíceis, nossa alternativa está sendo em investir no sistema drive (thru)”, completou.

Para o gerente da Associação Comercial de Araçatuba, Osney Ferracioli, também há dúvidas se o período durará mesmo apenas os 15 dias, devido à situação da pandemia e pelo histórico de prorrogação da quarentena já visto desde o ano passado.

“Os 15 dias eu espero que passe rápido, porque está muito difícil para os comerciantes manter as suas portas fechadas. Mas vindo do governador tudo é possível, temos aí a nossa dúvida se realmente vai durar só 15 dias”, afirmou o dirigente da ACIA.

Somente serviços essenciais podem continuar funcionando durante a fase vermelha, como mercados, farmácias, postos de combustíveis, agências bancárias, casas lotéricas, estabelecimentos de alimentação e tratamento de animais, estabelecimentos e obras de construção civil, serviços de saúde e de segurança, dentre outros.

Alternativas

Para o comércio em geral, as vendas pela internet e redes sociais voltarão a formar a principal ou até única parte do faturamento das lojas, já que elas não poderão permanecer abertas. Alguns estabelecimentos no calçadão devem disponibilizar números de celular para negociação durante o período em que durar a quarentena.

No caso dos dois shoppings da cidade, as vendas por delivery e drive thru, que não haviam sido interrompidas, serão intensificadas, sendo que a maior parte dos estabelecimentos dos dois centros de compras devem participar. Consumidores terão a opção de verificar e comprar produtos pelos sites dos shoppings.

Zona Azul não terá cobrança

Devido ao fechamento do comércio nas áreas centrais em Araçatuba, o serviço de estacionamento rotativo, conhecido popularmente como “zona azul” foi suspenso através de decreto do município. A suspensão vale até o dia 19 de março.

Com isso, não haverá cobrança de tarifas para o estacionamento de veículos nas áreas comerciais.

Internações

O estado de São Paulo possui mais de 7.400 internados em UTIs por covid-19 no atual momento. O índice de ocupação das unidades de terapia intensiva é de 78,5% em todo o território paulista. A media de ocupação de leitos na DRS de Araçatuba é de 69,2%.

A intenção do estado com a fase vermelha é diminuir o número de internações e, consequentemente, diminuir o número de óbitos ocasionados pela doença, mantendo a estrutura para atendimento dos casos mais graves.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Banco de Sangue de Araçatuba convoca doadores

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O Banco de Sangue de Araçatuba faz um apelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *