REGRAS - Clientes poderão adentrar aos estabelecimentos até 23h e atendimento será até 0h

Estabelecimentos noturnos passam a atender até meia-noite a partir de domingo

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Estabelecimentos noturnos vão ganhar mais uma hora de funcionamento a partir do próximo domingo na região de Araçatuba, assim como em todo o estado de São Paulo. O governo do estado anunciou, na tarde de ontem (28), em coletiva de imprensa, que a abertura das atividades comerciais poderá se dar até às 0h, e não mais até 23h como vem sendo nos últimos dias, a partir de domingo, dia 1º de agosto. Além disso, haverá aumento de 60% para 80% na capacidade de público permitida.

Além disso, caso os números da pandemia de covid-19 se mantenham em queda, há a possibilidade de que, a partir de 17 de agosto, ocorra o fim das restrições de horário e presença de público dentro dos estabelecimentos comerciais.

Desde o último dia 9 de julho, feriado estadual do dia da revolução constitucionalista, o comércio está autorizado a funcionar das 6h às 23h. A permissão vai até o próximo sábado, dia 31 de julho, segundo anúncio feito no dia 7 pelo governador João Dória (PSDB).

Na prática, estabelecimentos noturnos, como restaurantes e lanchonetes, foram os que se beneficiaram com a medida, já que antes a abertura estava restrita às 21h, por causa da pandemia, prejudicando espaços que abrem apenas no período da noite. 

Além disso, os shoppings puderam voltar a atender ao público em horário normal, das 10h às 22h, de segunda à sábado, além de manter suas praças de alimentação até às 23h aos finais de semana. Já o comércio de rua já vem funcionando das 9h às 18h, horário considerado normal, desde o mês de abril.

Com a nova determinação do estado, mesmo dentro da fase de transição do Plano São Paulo, a abertura destes locais poderá acontecer até meia-noite, e com 80% da capacidade de público dos estabelecimentos, 20% a mais do que o permitido até o fim do mês. 

Neste caso, porém, o acesso dos consumidores só deve ser permitido até 23h, podendo manter atendimento de clientes no local até 0h. As medidas são válidas de 1º até 16 de agosto, segundo anúncio feito nesta quarta-feira.

O governador João Dória (PSDB) justificou, em entrevista coletiva, que a nova flexibilização ocorre devido à baixa no número de casos, mortes e internações por covid-19.

“Continuamos passo a passo, de forma segura, flexibilizando e voltando ao normal. A vida está voltando ao normal no estado de São Paulo”, declarou o governador João Doria. “São Paulo teve uma queda substancial de casos, internações e, felizmente, de óbitos, porque aqui seguimos protocolos de saúde e a orientação da medicina”, completou o chefe do executivo estadual.

Eventos que geram aglomerações, como casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público, dentre outras, continuam proibidos, mas com possibilidade de reabertura condicionada aos resultados de eventos modelo sob supervisão das autoridades de saúde e averiguação pelo centro de contingência do coronavírus.

Volta ao normal

Caso a contenção da pandemia se mantenha e os reflexos da vacinação continuem positivos, o governo do estado planeja avançar da fase de transição para a etapa de retomada segura a partir de 17 de agosto.

A partir da segunda quinzena do próximo mês, a expectativa do Palácio dos Bandeirantes é eliminar todas as restrições de horário e liberar atendimento presencial com capacidade de 100%, mas com manutenção das regras para máscaras, distanciamento e protocolos de higiene.

Na retomada segura, as regras gerais e setoriais de segurança sanitária continuarão as mesmas da fase de transição e válidas para os 645 municípios. 

As prefeituras vão manter autonomia para determinar rigidez de restrições se as circunstâncias locais da pandemia e capacidade hospitalar tiverem piora.

Indicadores de saúde

As permissões anunciadas nesta quarta foram balizadas pelo atual cenário do controle da pandemia em São Paulo. Indicadores da Secretaria da Saúde mostram reduções consistentes nas médias diárias de novos casos (-20,6%), internações (-18,3%) e mortes (-9,6%) provocadas pelo coronavírus em todo o estado.

O estado vem registrando quedas sucessivas nas internações de pacientes com coronavírus em enfermaria e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). 

A taxa estadual de ocupação de leitos de UTI covid está em 54%, mesma taxa observada da região do Departamento Regional de Saúde de Araçatuba. 

De acordo com a Secretaria da Saúde, a campanha de vacinação em São Paulo já protegeu 75,9% da população adulta com ao menos uma dose de imunizantes contra a covid-19. O esquema vacinal completo já foi aplicado a 27,2% dos adultos em todo o estado. (Com informações do Governo de São Paulo)

 

 

NORMALIDADE – Estado pretende acabar com restrições comerciais a partir de 17 de agosto

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Balconista é preso com 85 tijolos de maconha

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O balconista G.G.S, 38 anos, residente em Goiânia (GO), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *