Empresas recebem terrenos e vão gerar centenas de empregos

Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

No final da manhã dessa terça-feira (17), foi desenvolvida a solenidade de assinatura de leis de concessão de áreas nos parques industriais Maria Isabel Piza Almeida Prado, Antonio Xavier Couto, Alexandre Biagi e Parque João Francisco. A concessão de áreas vai beneficiar 16 empresas, que juntas devem investir aproximadamente R$ 40 milhões e gerar mais de 400 empregos diretos, conforme foi apurado pela reportagem junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho. O evento, desenvolvido no Salão Azul do Paço Municipal, além do prefeito Dilador Borges e da vice-prefeita Edna Flor, reuniu vários secretários municipais, vereador Antônio Edwaldo Dunga Costa e empresários beneficiados.
Durante o evento falaram os secretários Marcelo Mazzei (Desenvolvimento Econômico) e Manoel Afonso (Governo), a vice-prefeita Edna Flor, o vereador Antônio Edwaldo Dunga Costa. Todos destacaram a confiança do empresariado em Araçatuba e também toda a equipe de trabalho do governo municipal. A vice-prefeita Edna Flor citou a importância de gerar postos de trabalho. “Esta é uma ação social”, disse a vice-prefeita, explicando que o trabalho dignifica a vida da pessoa.
“A concessão dessas áreas contribui para que as empresas se desenvolvam e gerem emprego e renda, atendendo a anseios que são sempre presentes, tanto em Araçatuba como em qualquer cidade. Nossa alegria em constatar o interesse dessas empresas em instalarem-se aqui é o sentimento que deve ser estendido a todos, a cada munícipe, como crescimento e desenvolvimento econômico. O município não produz, não gera renda, apenas arrecada para custear serviços. São as pessoas que produzem a riqueza de suas terra”, celebrou o prefeito Dilador Borges, enaltecendo o trabalho de sua equipe e a confiança do empresariado. O prefeito citou o trabalho que vem sendo feito em diferentes áreas para estimular o desenvolvimento e melhorar a vida das pessoas.
O prefeito desejou sucesso e disse que vem trabalhando com seriedade e espera que todos cumpram as obrigações, conforme foi proposto no projeto apresentado.
Todos os empresários presentes assinaram o documento junto com o prefeito, vice-prefeita e secretários.

AS EMPRESAS
Nessa etapa foram beneficiadas as seguintes empresas: D. Baroni Produtos de Limpeza; J. R. da Silva Artefatos de Metais; T. J. Batista Araçatuba Comércio de Calhas; Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias-INPEV; 1000 Peixes Comércio de Pescados; D’Ângelo Transportes Rodoviários; Ozeias dos Santos Artefatos de Cimento; Maurício dos Santos Esgalha Telas; HSBOND Indústria, Comércio, Importação e Exportação Ltda.; Recicle Usina de Reciclagem Ltda.; Transcofer Indústria, Comércio e Transportes; Rio Bravo Engenharia Ltda.; J. A. Carnes Ltda.; Daniele Coimbra Junqueira Araçatuba; Sistema Comércio e Representações Ltda. e Roseli Barros Machado.
Entre as 16 empresas beneficiadas, há empreendimentos já existentes e que vão ser ampliados. Outros vão diversificar a linha de produção. No entanto, a maior trata-se de novos empreendimentos.
O empresário Fábio Storti, da Peixaria Araçá, vai investir em um entreposto de pescados. “Vamos trabalhar no atacado”, disse o empresário, que espera a liberação da área para iniciar o empreendimento.
Atualmente José Aparecido Batista, da T.J. Batista, trabalha com calhas e rufos. No entanto, decidiu ampliar e diversificar a linha de produção e vai trabalhar com perfilados de aço e telhas metálicas. “Minha família tem indústria semelhante em outra cidade e vamos empreender em Araçatuba”, disse o empresário, que espera inicialmente gerar aproximadamente 12 empregos diretos.
O empresário Jaime Amâncio dos Santos vai assumiu o antigo abatedouro de Araçatuba. Ele vai atuar no abate de suínos e bovinos nesta primeira fase. Depois, pode iniciar o processamento de carne. Por enquanto o empresário disse que está analisando a área para elaborar o projeto e definir a capacidade de abate. Vai esperar a liberação da área para iniciar o processo de adequação do prédio.
De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, que analisou os processos para liberação das áreas, todos os investimentos devem superar R$ 40 milhões.

A8 Cessão de terrenos parques industriais (32).JPG

INVESTIMENTO – Empresário Jaime Amâncio dos Santos vai reativar o abatedouro

FOTOS – ANTÔNIO CRISPIM


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Final de tarde registra ventos fortes e chuva com granizo em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!A tão esperada chuva chegou a Araçatuba no final da tarde deste domingo …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *