RETORNO - Com funcionamento noturno estendido, público volta a frequentar restaurantes em Araçatuba

Dia dos pais e novo horário a partir de hoje animam empresários do ramo gastronômico do município

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A área da gastronomia em Araçatuba está comemorando o aumento da flexibilização de horário para atividades comerciais que entra em vigor a partir de hoje (1). 

Com estabelecimentos podendo atender até 0h (com entrada de clientes até 23h) e com a capacidade máxima permitida subindo de 60% para 80%, conforme decisão do governo estadual, além da semana do dia dos pais, muitos deles esperam recuperar as perdas e melhorar o faturamento a partir desta semana.

Alguns restaurantes que atendem no período noturno já está preparando, inclusive, cardápios especiais, aguardando as famílias, que costumam frequentar mais estes estabelecimentos em datas comemorativas.

De acordo com Luciane Pinese, que é proprietária dos restaurantes Brunoise e Casa Mia, em Araçatuba, no próximo final de semana, a expectativa é de servir mais de 300 pratos em apenas 3 horas de serviço.

“Você organiza, você prepara toda a estrutura interna do restaurante, a gente dobra equipe de cozinha, do salão (de atendimento), pra atender melhor os nossos clientes”, disse.

A empresária comenta que o movimento de datas comemorativas é melhor do que o normal e já trabalha para a apresentação de pratos e cardápio especial visando a data.

“Nesses dias como dias dos pais, das mães, há mais movimento, as pessoas procuram mais, claro. Mas os finais de semana geralmente são bons. Vão ter uns pratos surpresa pro dia dos pais, sugestão do chef”, contou.

O horário estendido de atendimento das 23h às 0h também está animando comerciantes do setor. Ainda dentro de uma retomada econômica, alguns empresários estão vendo aliviados esta volta gradual à normalidade no estado.

O proprietário do Pork´s Bar, Jean Carlos Pereira, já está pensando na segunda quinzena de agosto, quando há a promessa do fim das restrições de horário e ocupação nos estabelecimentos. 

“Cada vez que a flexibilidade é aumentada, é aumentada também a porcentagem do comerciante poder tirar uma renda, um dinheiro a mais, porque estamos atolados até a cabeça de contas, boletos, isso a pandemia não parou. Estamos na expectativa de até o dia 17 todos estarem imunizados para liberar a volta total”, afirmou Jean Carlos Pereira. 

Ele, porém, comemora o crescimento que já conseguiu notar com o horário que vigorou durante pouco mais de 20 dias do mês de julho, até 23h.

“Já teve uma pequena mudança. Clientes que às vezes eram acostumados a chegar 20h voltaram a vir, isso deu sim uma ajuda e favoreceu pra ambos os lados”, confirmou.

O empresário Sildemar Paulucci, do Joaquins Food Park, afirmou que a nova medida do governo estadual poderia ter sido tomada de outra forma. Ao invés do aumento da capacidade, o aumento de horário seria mais interessante, na sua visão. Preocupado com aglomerações, ele espera conseguir manter a organização de seu estabelecimento.

“Preocupação maior é só o limite de capacidade, eu ainda acho que deveria ter mantido 60% e flexibilizado mais o horário. Espero que isso não afete a pandemia. Espero que nestes estudos técnicos do governo que não venha uma medida restritiva de novo”, opinou.

A atual medida do governo estadual, prevê funcionamento de estabelecimentos comerciais das 6h até 0h em todos os 645 municípios paulistas e com 80% da capacidade de público prevista em alvará dos estabelecimentos. As medidas são válidas entre os dias 1 e 16 de agosto.

Com a previsão do fim da vacinação de adultos acima de 18 anos com a primeira dose contra a covid-19, o governo deve liberar horários e capacidade a partir do dia 17 de agosto.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

“FESTA ANUAL DAS ÁRVORES” E “DIA DO POLICIAL MILITAR AMBIENTAL”

Compartilhe esta notícia!PAULO AUGUSTO LEITE MOTOOKA Desde o ano de 1965, por meio do Decreto …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *