TRABALHO - De acordo com a Secretaria dos Transportes, cronograma já ultrapassou 50%

Conclusão da ponte sobre o Rio Aguapeí vai atrasar

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A ponte sobre o Rio Aguapeí no quilômetro 348 da Rodovia Assis Chateaubriand entre Santópolis do Aguapei, Iacri e Rinópolis, está interditada desde o o dia 10 de setembro de 2019, mas só em julho de 2020 a empresa que venceu a concorrência, a BDO Engenharia foi convocada para assinar o contrato. O contrato prevê a conclusão da ponte em oito meses. No entanto, a Secretaria de Logística e Transportes admitiu que a obra será concluída em julho.

A empresa já estava pronta para iniciar os trabalhos, instalou o canteiro de obras e executou alguns serviços. Porém, a falta de licença ambiental retardou o início do trabalho, que consistia na remoção, por partes, da antiga ponte, para construção dos novos pilares. Enquanto não tinha como atuar na ponte, a empresa construiu as vigas em outra área.

Embora a ponte tenha sido interditada no dia 10 de setembro, as propostas da concorrência pública só foram abertas no dia 16 de dezembro. No entanto, sucessivos recursos impediram a adjudicação e homologação do resultado.  Quando tudo se encaminhava para desfecho favorável, veio a pandemia do novo coronavírus e o governo estadual suspendeu temporariamente novos contratos devido às implicações financeiras.

No entanto, no dia 1º de julho de 2020 o DER adjudicou e homologou o resultado da licitação, convocando a empresa para recolher a caução no valor de R$ 667.333,00. A proposta da empresa vencedora foi de R$ 13,3 milhões.   A licença ambiental foi emitida apenas no fim de setembro de 2020.

Logo após a emissão da licença, a BDO iniciou a demolição da ponte antiga, cuja estrutura estava comprometida. Por exigência contratual, a empresa teve de remover as peças da ponte sem causar impacto ambiental.

O fechamento da ponte impactou milhares de pessoas que residem nas cidades próximas, além de usuários da rodovia, que interliga os extremos de São Paulo.

 

OBRAS

O empresário José Carlos Prata, proprietário do Poasto Moinho, duramente impacto pela interdição da ponte, vem acompanhando de perto a execução da obra e disse que tudo está caminhando normalmente. A torcida é para que tudo transcorra da melhor forma para que a obra seja concluída e a rodovia liberada, pois muitas pessoas estão sendo impactadas,

 

SECRETARIA

“O DER deu início às obras para reconstrução da ponte no Km 348 da SP 425, em Santópolis do Aguapeí, em julho de 2020. A previsão é que os serviços sejam concluídos em julho de 2021, após adequações de cronograma necessárias pelo desgaste e avarias estruturais do dispositivo existente no local. Atualmente mais de 50% do cronograma de obras foi executado”, diz nota da Secretaria dos Transportes.

“Vale lembrar que com a necessidade da interdição da ponte sobre o Rio Aguapeí, na SP 425, o DER firmou parceria com as prefeituras locais para implantação de desvios por vicinais. Em setembro de 2019, o Departamento investiu R$ 5,2 milhões para a pavimentação de variante, com 1,5 quilômetros, e construção de duas rotatórias entre Santópolis do Aguapeí e Rinópolis”, acrescenta.

“Atualmente, está em fase final de licitação pelo órgão um contrato que prevê a conservação destas rotas alternativas até que as obras sejam concluídas, sendo que a previsão de entrega da nova ponte é para julho de 2021. Além disso, o DER disponibiliza para o trecho os serviços de socorro mecânico e guincho realizados pelas viaturas da Unidade Básica de Atendimento”, conclui a nota da secretaria.

 

 

Veja também

Atamor fará visitas a hospitais de todo o Brasil a partir de 2022; fundador pede doação de novelos de lã

Diego Fernandes – Araçatuba O grupo Atamor, de Araçatuba, que realiza ações no setor oncológico …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *