SECO - Em Pereira Barreto, o porto está sem água, repetindo o que aconteceu em 2015

Chuvas intensas ainda não refletiram no nível dos reservatórios da região

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Nos últimos dias choveu muito na região, mas ainda não foi suficiente para recuperação dos reservatórios das usinas de Três Irmãos e Ilha Solteira. No dia 30 de setembro, o nível do reservatório de Três Irmãos era de 320,21 metros. No mesmo dia, em 2015, período grave da crise hídrica, o nível era de 320,25, de acordo com os registros do Operador Nacional do Sistema. Por isso, mesmo com chuva, ainda há apreensão em relação ao abastecimento de água e energia elétrica.
Na crise hídrica de 2014/2015, partes de cidades que foram cobertas pelos reservatórios de Ilha Solteira (Rubinéia) e Jupiá (Itapura), ficaram expostas devido à queda do nível. Em Pereira Barreto a água ficou distante do porto. O mesmo está acontecendo agora. Muitas pessoas estão visitando Rubinéia para quer as edificações que estavam submersas. Em Pereira Barreto, a água voltou a ficar distante do porto.

CONFIANÇA
O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgou na sexta-feira (8) o boletim do Programa Mensal de Operação. O documento prevê chuva acima da média nos reservatórios das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.
Segundo o ONS, a previsão influenciou na queda de 53,37% no Custo Marginal de Operação (CMO), que passou de R$ 426,20 por megawatt-hora (MWh) para R$ 198,74.
Conforme o boletim, os níveis dos reservatórios apresentam sinais de recuperação em relação ao início do mês. No Sul, o volume deverá estar em 49,5% no final de outubro. Na Região Norte, o nível previsto dos reservatórios será de (45,8%), seguido pelo Nordeste (35,5%) e Sudeste/Centro-Oeste (15,2%).
O boletim também indicou que a previsão de carga para outubro será 0,1% menor no sistema elétrico devido à previsão de temperaturas amenas nas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste

 

Veja também

Polícia Ambiental fiscalizou 30 pontos de venda de peixe

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Nos dias de 21 e 22 de outubro de 2021 a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *