REUNIÕES - Catedral em Araçatuba terá três celebrações à padroeira

Feriado católico de Nossa Senhora Aparecida terá celebrações em paróquias de Araçatuba e região

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

O dia de Nossa Senhora Aparecida, data celebrada nesta terça-feira (12) por católicos em todo o Brasil, será de diversas missas nas paróquias de Araçatuba, incluindo a Catedral, que leva o nome da padroeira do país. Serão três horários de reuniões, com o objetivo de distribuir o público entre elas por causa da pandemia de covid-19.
A primeira missa ocorrerá logo às 7h, a segunda será às 10h e será presidida pelo Bispo Dom Sérgio Krzywy, que comanda a Diocese de Araçatuba, e ainda haverá outra reunião à noite, às 19h. A Catedral de Araçatuba fica na praça Rui Barbosa, no centro.
“A pandemia ainda não terminou, nós vamos fazer três celebrações para que assim nós evitemos que a Catedral encha muito e as pessoas possam participar das celebrações com calma, possam manter o distanciamento. Lembrando que todos deverão usar máscara, vamos manter o cuidado do uso do álcool em gel porque temos que cuidar de nós e cuidar dos outros”, afirmou o padre José Carlos Guabiraba, titular da Catedral de Nossa Senhora Aparecida.
De acordo com o padre titular da Catedral de Araçatuba, a data terá uma simbologia especial neste ano. Com os números da pandemia em queda, a intenção das reuniões será celebrar e agradecer à padroeira pela superação até aqui e pelo momento vivido.
“Este ano eu penso que nossas celebrações têm um sentido todo especial, embora a pandemia ainda não tenha terminado, nós vamos agradecer muito à Virgem Maria, a força que ela tem nos dado para superar esse momento. A vacinação avança, menos internações, menos óbitos, e as pessoas estão aí exercendo, vivendo a solidariedade, o cuidado umas com as outras”, afirmou.

Outras celebrações
A data especial para os católicos também não passará em branco nas outras paróquias da Diocese de Araçatuba. Ao todo serão 12 locais com missas ao longo desta terça-feira (12).
A paróquia Sant´Ana, por exemplo, terá celebração às 9h e a Capela Santa Rita de Cássia contará com missa às 19h30. Na Senhor Bom Jesus da Lapa, a celebração acontece às 20h. A Imaculado Coração de Maria terá missa às 8h30, já na paróquia São Francisco e Santa Clara haverá duas reuniões, às 8h e 18h30.
A paróquia Divino Espírito Santo terá uma missa às 8h, que será realizada após uma carreata que sairá da Capela do Umuarama às 7h. Já a paróquia Nossa Senhora de Fátima terá celebração às 9h.
Na paróquia São Sebastião também haverá missa pós-carreata às 9h. A carreata sairá às 8h do bairro Engenheiro Taveira. Também haverá outra missa no local às 19h30.
As paróquias Santo Antônio de Pádua, São Francisco de Assis e São Paulo Apóstolo realizam suas reuniões pela manhã, às 8h30, 9h e 9h30, respectivamente.
Em Andradina, as celebrações acontecem em seis locais diferentes, sendo que a paróquia Nossa Senhora das Graças será a única com duas celebrações, às 8h e 19h. A paróquia São Sebastião tem missa marcada para às 17h.

Novena
Na semana anterior à data, as paróquias da Diocese realizaram uma novena entre os dias 3 e 11 de outubro, com nove dias de orações e reflexões, e também ações em favor da comunidade, como doações e distribuição de alimentos.
Conforme o padre Rodney Mendes, pároco da Paróquia São Sebastião, cada dia da novena teve uma temática específica, onde todos foram levados a refletir sobre o papel de Maria no projeto de Salvação do Pai.
“A cada dia vamos refletindo os passos de Maria como povo de Deus e unidos pela aliança. Na imagem de Aparecida nós contemplamos o amor que o Senhor tem por nós, caminhando conosco”, afirmou.

Histórico
O feriado nacional de 12 de outubro é comemorado desde 1980, através da Lei número 6.802. Nesta lei, o país reconheceu oficialmente Nossa Senhora da Conceição Aparecida como a padroeira do Brasil. Antes disso, em 1930, o Papa Pio XI já havia decretado a santa como Rainha do Brasil e sua padroeira principal.
A imagem de Nossa Senhora Aparecida, que atualmente está na basílica de Aparecida do Norte, o quarto santuário mariano mais visitado do mundo, foi encontrada em 1717 por três pescadores no rio Paraíba do Sul. João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia pescavam para preparar um banquete para o Conde de Assumar, quando pescaram a imagem com cabeça e corpo separados. Logo após isso, finalmente conseguiram pescar os peixes que precisavam.
“O Brasil é um país que teve escravidão, tem uma boa parte da sua população negra, essa imagem tem um sentido muito especial lembrando a unidade de todo o nosso povo, todas as pessoas unidas em torno do mesmo Deus e Senhor. Então no dia 12 de outubro, Nossa Senhora nos recorda que somos todos filhos do mesmo Deus, do mesmo Pai”, lembrou o padre José Carlos Guabiraba ao lembrar que a imagem de Nossa Senhora encontrada pelos pescadores é de uma mulher de cor negra, fabricada em terracota, um tipo de argila cozida no forno.

CELEBRAÇÃO – Bispo Dom Sérgio presidirá missa na Catedral Nossa Senhora Aparecida nesta terça (12) às 10h

Veja também

Polícia Ambiental fiscalizou 30 pontos de venda de peixe

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Nos dias de 21 e 22 de outubro de 2021 a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *