18.9 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 16, 2022

Birigui é segunda cidade no Estado de São Paulo e quinta no País com melhor ambiente de negócios

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

Birigui é a segunda cidade no Estado de São Paulo com o melhor ambiente de negócios, segundo o ICM (Índice de Concorrência dos Municípios), divulgado nA quinta-feira (24/3) pelo Ministério da Economia. A capital do Calçado Infantil ficou atrás apenas de Sorocaba.

No ranking nacional, Birigui obteve a quinta posição, ficando atrás de Sorocaba, Belo Horizonte, Curitiba e Niterói. Em sua primeira edição, o ICM levou em conta dados de 61 municípios com mais de 500 mil habitantes. A média nacional foi de 473,1 pontos. Birigui ficou com a nota de 535.

Para o prefeito Leandro Maffeis, o levantamento ajudará a gestão avaliar as ações já realizadas e a traçar planos de melhoria. “Estamos entre os melhores municípios brasileiros em relação ao ambiente de concorrência e competitividade, que engloba duas capitais”, comemorou.

 

“Temos trabalhado para que o ambiente de negócios seja favorável para os empresários e novos empreendedores, criando condições para o crescimento econômico, a geração de emprego e renda para nossa gente. O ICM servirá, também, para atração de novos investimentos”, completou Maffeis.

 

ESTRUTURA

O ICM foi resultado do trabalho conduzido pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade e pela Advocacia da Concorrência e Competitividade do governo federal. Birigui foi uma das 15 cidades brasileiras participantes da fase piloto de estudos, iniciado ano passado.

Os indicadores avaliados estão distribuídos em nove temas: empreendendo no município; infraestrutura e uso do solo; construindo no município; qualidade da regulação urbanística; liberdade econômica; concorrência em serviços públicos; segurança jurídica; contratando com o poder público e tributação.

A iniciativa visa avaliar de forma ampla a competitividade e concorrência no Brasil, visando melhorar o ambiente de negócios nos municípios através da disseminação de boas práticas. O Ministério da Economia já começou a fazer o levantamento de 2022, que deverá contar com 129 cidades analisadas.

26

Ultimas Noticias