11.8 C
Araçatuba
quinta-feira, maio 19, 2022

Bancada do PV na Câmara de Araçatuba estuda deixar partido em caso de apoio a Lula

Diego Fernandes – ARAÇATUBA

Vereadores que fazem parte da bancada do Partido Verde em Araçatuba também sinalizam com a possibilidade de deixar o partido, caso se confirme o apoio do PV ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais deste ano. Lula já afirmou, em dezembro, ser pré-candidato à presidente e trabalha para formar sua chapa para concorrer ao cargo.
Em Araçatuba, a Câmara Municipal conta com os vereadores Nelsinho Bombeiro, que ocupa o cargo de 2º secretário da mesa diretoria, e Lucas Zanatta, que está em seu segundo mandato consecutivo no legislativo e tem boas chances de disputar as eleições deste ano em busca de uma vaga na Assembleia Legislativa.
Zanatta, inclusive, foi enfático e afirmou que o apoio ao ex-presidente Lula dirá muito sobre a moral da sigla que ocupa atualmente. O vereador acredita ser um retrocesso a possibilidade de o petista voltar à presidência.
“É extremamente incômodo para nós o partido pensar em apoiar um ex-presidiário, o que é um retrocesso para o Brasil pensar na volta do Lula, não é uma questão ideológica, é uma questão de aval à corrupção, que é isso que o Lula representa”, afirmou.
O vereador afirma que estuda sua situação dentro do partido.
“Também tenho estudado a minha situação, porque não é uma simples intenção do partido, isso para mim é um retrocesso moral”, completou.
Para o 2º secretário da Câmara, Nelsinho Bombeiro, o apoio do PV a Lula ainda não está definido, porém, caso se concretize, ele afirma que também deve deixar o partido.
“Por enquanto só existem especulações, ainda não tem federação formada, houve uma reunião do diretório nesta semana, e a maioria dos membros do diretório são contra a federação com o PT e demais partidos da extrema esquerda. Queremos que o PV fique neutro nesta polarização. Na próxima semana deve ocorrer nova reunião, caso seja formada essa federação, queremos saber sob quais critérios. Acredito que se isso de fato ocorrer, também devo sair do PV”, afirmou.
Ao contrário de Zanatta, Nelsinho não tem pretensões políticas neste ano. Ele acredita que ainda necessita de mais experiência na vida pública antes de tentar alçar voos maiores na vida pública.
“Eu fui procurado por alguns grupos para disputar a vaga para deputado, mas ainda acho cedo. Tenho muito que aprender, só tenho um ano de vida política, e acredito quer temos que aprender bastante para assumir certas responsabilidades”, afirmou o parlamentar araçatubense.

 

Ultimas Noticias