PROCURA - Consumidores procuram por ovos de páscoa em supermercado de Araçatuba FOTO - DIEGO ROCHA

Aumento nos preços e pandemia deve manter venda de Ovos de Páscoa no mesmo patamar de 2020

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES = ARAÇATUBA

Tradicionalmente, a Semana Santa traz o consumo dos ovos de Páscoa à tona. Desde o final de fevereiro, as parreiras com o produto estão montadas nos supermercados e lojas de departamentos de Araçatuba à espera dos consumidores.

Neste ano, além da pandemia, que limitou vendas em alguns estabelecimentos, como lojas específicas de doces e chocolates, o aumento do preço também é outro fator que preocupa lojistas e consumidores de Araçatuba e região.

A reportagem do jornal O LIBERAL visitou alguns locais que esperam aumentar seus lucros nesta semana com a venda de ovos de Páscoa. Dentro de um supermercado visitado pela reportagem, uma cliente, que não quis se identificar, estava comprando dois ovos de páscoa para os netos e comentou sobre o preço.

“Esse ano está muito caro, vou levar dois, mas o preço está um absurdo”, comentou a mulher, que levou os exemplares para casa.

De acordo com uma pesquisa feita pela Apas, a Associação Paulista de Supermercados, os preços dos ovos de Páscoa em 2021 estão, em media, 11% mais caros em relação à 2020. Além disso, outros produtos que têm aumento de vendas neste período, como caixas e barras de chocolate, tiveram um crescimento no preço de 10%.

O aumento do dólar neste ano, além da valorização do preço do cacau, matéria-prima na produção de chocolates, e do encarecimento de produtos como plástico e papel, utilizados nas embalagens, contribuíram para este aumento, de acordo com a pesquisa feita pela associação.

Por causa deste aumento dos preços e pela segunda Páscoa seguida em plena pandemia, comerciantes que vendem ovos de Páscoa acreditam que as vendas deste ano devem ficar no mesmo patamar do ano passado.

De acordo com Gabriela Bernardes Rufo, uma das administradoras da Bethinhas Trufas, loja especializada em chocolates de Araçatuba, a procura começou a cerca de 3 semanas, mas já está notando a procura maior ao longo desta, que é a última semana antes do domingo de Páscoa.

“Esse ano começou a procura há umas duas semanas, mais ou menos, mas é nesta semana que acontece a maior parte das vendas”, comentou em conversa por telefone com a reportagem.

Ao contrário de supermercados e lojas de departamentos, que se enquadram em serviços essenciais e estão funcionando durante a fase emergencial do Plano São Paulo, a loja de doces está atendendo basicamente pela internet.

“Estamos com o sistema de delivery, drive-thru, atendemos pelos whatsapp também, tudo por causa da pandemia”, explicou Gabriela. “As vendas acredito que, por todas essas questões desse ano, principalmente a pandemia, creio que devem ficar parecidas com as do ano passado”, concluiu.

Variação

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL verificou os preços de ovos de Páscoa na tarde desta terça-feira em três locais diferentes e notou diferentes variações.

Quanto maior o produto e mais sofisticado, maior foi a variação de preço verificada em rápida pesquisa.

Um dos mais vendidos, o ovo de Páscoa comum de 175g, foi encontrado em um estabelecimento a R$ 22,90, em outro a R$ 24,90 e em outro a R$ 25,09, uma variação de 9,5% entre o preço mais baixo e o mais alto verificado.

Já um outro ovo de chocolate, com um peso de 300g, estava sendo vendido em dois dos lugares pelo mesmo preço, a R$ 31,40, já no terceiro local, o preço do mesmo ovo na mesma marca estava R$ 34,99, uma variação de 11,4%.

Um outro ovo de Páscoa, que possui tripla camada de chocolate e embalagem mais sofisticada, de 320 gramas, foi o que teve a maior variação. Apenas dois dos locais pesquisados apresentavam o mesmo produto, em um deles vendido por R$ 52,99, e no outro por R$ 63,29, uma variação de 19,5%.

 

VARIAÇÃO – Preços de ovos de chocolate têm variação de quase 20% entre estabelecimentos
FOTO – DIEGO ROCHA

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Nossa Casa-CDHU avança com novo formato

Compartilhe esta notícia!FLÁVIO AMARY Em outubro de 2019, o Governo de São Paulo lançou o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *