ANSIEDADE - Público acima de 50 anos teve problemas para cadastro para primeira dose da vacina em Araçatuba

Araçatubenses relatam segundo dia de problemas para cadastro de vacinação em site da prefeitura

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Após ficar o dia todo fora do ar na quarta-feira (16) devido a uma manutenção, o site que a prefeitura disponibilizou para realização do cadastro para vacinação do público contra a covid-19 voltou a apresentar problemas nesta quinta-feira (17).

Novamente leitores do jornal O LIBERAL REGIONAL e ouvintes das rádios Clube FM e Jovem Pan ligaram nas respectivas redações para reclamar que não estavam conseguindo acessar a página ou que não estavam conseguindo completar o cadastro na página.

Por volta de 7h de ontem, a página do cadastro já havia voltado ao ar, mas a página seguinte ao preenchimento do CPF e da data nascimento estava dando erro. Já por volta das 10h, a página voltou ao ar.

O sistema, porém, passou por instabilidade ao longo do dia, sendo que depois deste horário, várias pessoas reclamaram que não estavam conseguindo o cadastro para fazer a vacinação.

Na atual fase da campanha de imunização contra a covid-19, o município está exigindo o cadastro para pessoas entre 50 e 59 anos, com a justificativa de evitar aglomerações nos locais de vacinação. Nas fases anteriores o cadastramento era optativo. O sistema, porém, entrou em manutenção na terça-feira (15), ficou fora do ar na quarta, e passou por instabilidade nesta quinta, impedindo diversas pessoas de conseguirem o cadastro para tomar a tão aguardada primeira dose do imunizante contra a covid-19.

A reportagem questionou a prefeitura sobre o motivo da manutenção na página de cadastro. O questionamento foi feito ainda na quarta-feira, porém a resposta chegou após o fechamento da edição desta quinta.

No texto, a assessoria do poder público cita que foram 71.887 visitas em 7 dias, com pico de 24.745 acesos na última sexta-feira (11), no site destinado aos cadastros e, por causa das demais funções da página, precisou migrar para outro servidor, trabalho que tinha o prazo de 12 horas para ser concluída.

A resposta, porém, afirma que após estas 12 horas o serviço pode demorar mais “algumas horas” para correções necessárias, o que não havia sido informado em nota divulgada à toda a imprensa na quarta-feira, dia em que o site deveria estar no ar, mas não estava.

O texto ainda diz que “de hoje em diante” os usuários teriam um acesso mais rápido e seguro. O primeiro dia após a resposta, porém, ainda foi de transtornos para o público que tentou se cadastrar para a vacinação.

Na quarta-feira (16) foram aplicadas 2.020 vacinas para pessoas que já estavam agendadas, como grávidas, puérperas e idosos acima de 60 anos, que estão tomando primeira e segunda doses. Os números desta quinta (17) ainda não haviam sido contabilizados até o fechamento desta edição.

Importância

A vacinação das faixas etárias compreendidas entre 50 e 59 anos tem sido muito aguardadas, já que esta tem sido a faixa mais atingida por casos graves de covid-19 desde o agravamento da pandemia em março deste ano.

Somente ontem, hospitais de Araçatuba comunicação a morte de dois pacientes nesta idade: um homem de 56 anos que estava internado no Hospital Unimed e outro de 58 que estava na Santa Casa.

As vacinas contra a covid-19, segundo estudos, previnem os casos mais graves da doença, que podem levar estes pacientes a óbito, sendo fundamental a imunização deste público o mais breve possível.

Pontos

Araçatuba está realizando a imunização contra a covid-19 dos públicos-alvo em 5 lugares diferentes, sendo quatro na zona urbana e um na zona rural.

Na zona urbana a vacina é aplicada no Araçatuba Shopping, Shopping Praça Nova, paróquia São Paulo Apóstolo e drive-thru do Núcleo de Gestão Assistencial, de segunda à sexta das 13h às 19h. Na zona rural o local é a UBS do bairro Engenheiro Taveira, das 8h às 19h.

Aos sábados, a imunização acontece das 8h às 18h, porém apenas no Araçatuba Shopping e no Shopping Praça Nova.

 

Veja também

Araçatuba acompanha dado nacional e registra aumento de vendas de genéricos

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Implantado no Brasil em 1999 pelo Ministério da Saúde, o medicamento …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *