Home Cidades Araçatuba Araçatuba já superou registros do ano passado de picadas de escorpião

Araçatuba já superou registros do ano passado de picadas de escorpião

3 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Os acidentes com escorpião registrados no município de Araçatuba em 2020 já superaram a marca de todo o ano passado. Até o último dia 29 de outubro, quando foi divulgado o último boletim da vigilância epidemiológica, a cidade já havia registrado 1.132 casos de picada de escorpião neste ano, uma media de 3,74 casos por dia.

Em todo o ano de 2019, foram 1.058 casos de acidente escorpiônico. Não foram registradas mortes desde janeiro do ano passado em Araçatuba.

Desde 2016, Araçatuba vem sofrendo com os acidentes com escorpiões e chegou a registrar mortes. Levantamento feito pela reportagem de O LIBERAL REGIONAL, aponta que em 2016 foram 242 acidentes, média de 0,66 acidente diário. No ano seguinte houve aumento de 119,5% e a média diária passou para 1,37 acidentes. Já em 2018 foram 1.270 acidentes, com aumento de 153% e média diária de 3,47 acidentes. Em 2019 houve queda nos casos, que já voltaram a aumentar em 2020.

Segundo o Centro de Controle de Zoonoses de Araçatuba, o cuidado com os escorpiões deve ser redobrado nesta época do ano, por causa do aumento da temperatura e das chuvas, que formam um ambiente propício para o desenvolvimento do animal peçonhento. Embora o escorpião prefira lugares secos, é nesta situação que mora o perigo. Durante o período chuvoso, a tendência é que os escorpiões procurem abrigo dentro das casas, aumentando o risco para os moradores.

A utilização de telas nas janelas e ralos; observação cuidados dos sapatos antes de calçá-los ou das roupas antes de vesti-las; e o batimento de roupas de cama; além do recolhimento de entulhos, são algumas das medidas mais eficientes para evitar a surpresa de um ataque do pequeno animal.


Compartilhe esta notícia!