Araçatuba avança rumo à marca dos 200 mil habitantes

Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Em um ano, Araçatuba ganhou 1.142 moradores. Já são, ao todo, 197.016 habitantes. Os números foram divulgados ontem pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Se o atual ritmo de crescimento se confirmar nos próximos dois anos, a maior cidade da região poderá chegará à marca dos 200 mil munícipes até 2022. No ano passado, o município havia registrado o acréscimo de mil homens e mulheres em relação a 2017.
Os números publicados pelo órgão de pesquisa nessa quarta-feira fazem parte da estimativa populacional dos 5.570 municípios brasileiros, apresentada anualmente.
De acordo com o levantamento, a população das microrregiões de Araçatuba, Lins e Três Lagoas (MS), área de abrangência do SRC (Sistema Regional de Comunicação) chega a 1.094.878 habitantes. Juntos, os 53 municípios que formam esse conglomerado ganharam 8.605 habitantes entre 2018 e 2019, uma alta de 0,79%. No mesmo período do ano passado, esse contingente estava 1.086.273 pessoas.
Coincidentemente, o crescimento populacional regional ficou no mesmo percentual médio observado em todo o Brasil, segundo o IBGE. Conforme o instituto, estima-se que o Brasil tenha 210,1 milhões de habitantes e taxa de crescimento populacional de 0,79% ao ano.
Em nível regional, a alta mais expressiva foi observada no município sul-mato-grossense de Três Lagoas. A cidade passou de 119.465 moradores no ano anterior para 121.388 em 2019. Ou seja, quase dois mil novos moradores e um crescimento acima da média: 1,6%. Se considerada uma avaliação desde 2017, é possível dizer que a cidade ganhou, em apenas três anos, 3.524 habitantes.
Além de Araçatuba e Três Lagoas, outra alta expressiva foi a registrada em Birigui. O Polo Nacional Calçadista Infantil ganhou 1.279 moradores no intervalo de um ano, expansão de 1,04%.
A exemplo do ano passado, com exceção destas três cidades – as mais populosas da região -, o crescimento dos outros três municípios foi tímido. Quarta maior cidade, Lins, por exemplo, recebeu 503 novos moradores. Já a quinta, Penápolis, teve acrescentados mais 360. Andradina, por sua vez, voltou a crescer. Se, no levantamento do ano passado, o município havia encolhido, agora, houve a singela alta 0,07%.
Menores cidades da região, São João de Iracema e Nova Castilho continuam com menos de dois mil habitantes cada. A primeira totaliza 1.922 pessoas, enquanto a segunda, 1.267.

 

De acordo com o IBGE, no ranking dos estados, os três mais populosos estão na região Sudeste, enquanto os cinco menos populosos, na Norte. O maior deles é São Paulo, com 45,9 milhões de habitantes, concentrando 21,9% da população do país. Roraima é o estado menos populoso, com 605,8 mil habitantes (0,3% da população total).
As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União para o cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.
As populações dos municípios foram estimadas por procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios. O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010) e ajustadas. As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais municipais ocorridas após 2010. Com informações do IBGE

ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE EM ARAÇATUBA E REGIÃO-1.jpg

ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE EM ARAÇATUBA E REGIÃO-2.jpg——————–
INFOGRÁFICO

utilizar infográfico salvo no word como “estimativa da população residente em Araçatuba e Região” em fotos da edição


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Eva Vilma morre de câncer, aos 87 anos, em SP

Compartilhe esta notícia!Aos 87 anos, morreu na noite desse sábado (15), em São Paulo, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *