Home Cidades Araçatuba Após enxugamento, Câmara registra queda no número de candidatos

Após enxugamento, Câmara registra queda no número de candidatos

7 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES -´ BIRIGUI

Com a redução no número de vereadores para a próxima legislatura aprovada em fevereiro, a disputa por vagas na Câmara de Birigui será menor na comparação com as eleições anteriores.

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), neste ano, o pleito tem 206 candidatos a vereador no polo calçadista. Eles concorrem a uma das 15 cadeiras no parlamento.

A reportagem apurou que o número é inferior ao quantificado nas duas últimas eleições municipais, quando estavam em jogo 17 vagas em cada uma delas. Esse total fez da Câmara de Birigui, até este ano, a maior casa legislativa da região em quantidade de parlamentares.

Em 2012, primeiro ano em que 17 cadeiras foram disputadas, 259 nomes concorreram à vereança. Já em 2016, esse número ficou em 232, ainda assim, maior do que o de 2020.

Quando estava “inchada”, como diziam os críticos, o legislativo biriguiense estava superando, inclusive, o de Araçatuba em número de interessados. Há quatro anos, por exemplo, 205 candidatos concorreram ao Legislativo na maior cidade da região.

ECONOMIA

A necessidade de economia foi o principal argumento apresentado pelo autor do projeto para a redução no quadro de parlamentares, o vereador Leandro Moreira (Republicanos).

Entretanto, quando o texto foi aprovado, pegou muita gente de surpresa.

Na ocasião, a proposta de diminuição de 17 para 15 no número de vereadores foi aprovada em segundo turno após ter sido rejeitada em primeiro, placar que, aliás, desde 2013, repetia-se quando a matéria, estabelecendo número menor de vereadores, ia à votação.

A aprovação ocorreu quase uma semana após o Legislativo ter ficado com sua imagem maculada por operação policial que apontou envolvimento de vereadores em denúncias de irregularidades em contratos área da saúde.

Hoje, cada vereador, em Birigui, recebe salário de R$ 5.609,10. Cada um deles também tem direito a um assessor parlamentar, com remuneração de R$ 5.328,72 mensais. Apesar da diminuição da quantidade de edis, a Câmara de Birigui está construindo sua nova sede no Residencial Alto dos Silvares, obra cujo contrato é de R$ 3.104.650,21. Desde 2006, o legislativo biriguiense funciona em imóveis alugados.

NO MESMO NÍVEL

Com o enxugamento, a Câmara de Birigui ficará, a partir do ano que vem, com o mesmo número de vereadores de Araçatuba e Andradina – cada uma delas tem 15 legisladores.

Entretanto, mais uma vez, Andradina permanece como a cidade da região detentora do maior número de concorrentes ao legislativo, apesar de apresentar número de eleitores bem inferior ao existente em Araçatuba e Birigui. Neste ano, Andradina tem 357 candidatos, enquanto Araçatuba, 308. Em ambas as cidades, a eleição de 2020 será a mais concorrida da história no que diz respeito à disputa por cadeiras no Poder Legislativo.

Em 2016, Andradina também já tinha sido a “campeã” regional de candidatos ao Poder Legislativo.

Assim como Birigui, outra cidade da região que está entre as mais populosas e registrou queda no número de candidatos a vereador foi Penápolis. Em 2016, foram 209; neste ano, são 153.

 

Começa hoje propaganda eleitoral no rádio e na TV

 

Começa nesta sexta-feira a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão dos candidatos que concorrem nas eleições municipais 2020. O horário eleitoral relativo ao primeiro turno segue até o dia 12 de novembro.

A propaganda em bloco, que, desde as Eleições de 2016, é apenas para os candidatos ao cargo de prefeito, será veiculada de segunda-feira a sábado. Na rádio, os horários serão das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os programas serão exibidos das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

Além do horário eleitoral gratuito, há a reserva de 70 minutos diários, inclusive aos domingos, para a propaganda de candidatos em inserções de 30 e 60 segundos durante a programação, sendo 60% do tempo diário (42 minutos) para os candidatos ao cargo de prefeito e 40% (28 minutos) para os candidatos ao cargo de vereador.

 


Compartilhe esta notícia!