ALTA - Construção civil foi responsável por manter empregos no setor, mesmo durante a pandemia

Construção civil segue aquecida em Araçatuba e prevê novos lançamentos em 2021

Compartilhe esta notícia!

VÍTOR MORETTI

O ano de 2020 tinha tudo para não ser tão bom para a construção civil, mas o grande desejo dos brasileiros em conquistar a casa própria e as condições comerciais e econômicas favoráveis transformaram o medo e as incertezas em bons negócios para empresas do setor e para os consumidores que conseguiram realizar o sonho da casa própria. O novo ano que se inicia chega com otimismo e carregando os bons números de vendas de imóveis. Empresas planejam mais lançamentos e aumento das vendas em 2021.

Em Araçatuba, a MRV por exemplo, empresa com 41 anos de atuação, projeta apresentar ao mercado dois novos condomínios fechados em 2021.  De acordo com o diretor comercial, Breno Mendes Vilela, o aumento das vendas na cidade em comparação com 2019 fez com que as expectativas fossem bastante otimistas.

“Houve um crescimento de mais de 5,5% nas vendas em Araçatuba comparado a 2019. Diante disso, as expectativas são altas para as vendas ao longo dos próximos 12 meses. Nacionalmente tivemos recordes de vendas líquidas com alta de 39,1% em relação ao ano anterior. Foi o maior volume de vendas em um ano da história da companhia”, revela.

De acordo com últimos dados divulgados pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), nos primeiros nove meses de 2020 as vendas de imóveis novos tiveram um aumento de 8,4% em comparação com o mesmo período de 2019, mesmo em um período de pandemia e muitas incertezas.

“Esse bom momento é consequência de um misto de circunstância e oportunidade. As taxas de juros mais baixas, com a Selic a 2%, tornando o financiamento mais barato, e facilidades nas condições de financiamentos ofertados no mercado colaboram para esses resultados. Somados a isso, o brasileiro passou a olhar com um outro prisma o lar, que passou a ser o espaço de lazer, trabalho, de fazer atividades físicas, entre outros”, explica o executivo.

EMPREGO

O aquecimento do setor em 2020 proporcionou muitas oportunidades para o mercado de trabalho. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios apontou que em novembro do ano passado o país atingiu a marca de 14 milhões de brasileiros desempregados. Mas, a construção civil teve efeito reverso e preencheu ainda mais postos de trabalho em Araçatuba.

“Para os próximos meses estimamos a abertura de cerca de 115 vagas de trabalhos na área comercial e nos canteiros de obras em Araçatuba. Em 2020, o número foi de 77 postos de trabalhos diretos e indiretos abertos”, completa o diretor comercial da empresa.

ESTADO

Mesmo em ano de pandemia, no qual vários setores sentiram os efeitos da crise provocada pela Covid-19, o setor de construção civil gerou mais de 30 mil contratações em 2020 no estado de São Paulo, de acordo com um levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

 

Um estudo feito pelo economista Marco Aurélio Barbosa de Souza mostra que a construção teve saldo positivo de 158 entre admitidos (723) e desligados (565) em Birigui, região de Araçatuba. Além disso, 140 empresas do setor se instalaram na cidade em 2020, ficando atrás do comércio (448 empreendimentos) e da indústria da transformação (231 empresas).

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Mais dois suspeitos de participação nos ataques a bancos de Araçatuba foram presos

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Dois suspeitos de participação nos ataques a bancos de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *