Liminar garante direito de agente de escolta cursar faculdade

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA
O agente penitenciário Wellington Modesto de Souza, lotado na Penitenciária de Andradina, obteve liminar na justiça para poder cursar bacharelado em Direito na Universidade Brasil, no período noturno.
Segundo noticiado pelo Sindesp – Sindicato dos Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária do Estado de São Paulo, a liminar concedida trouxe um êxito inédito para a categoria.
O escritório responsável pelo caso é o Schoriza e Ortuzal Advogados, em Andradina. A advogada Ana Paula Schoriza esclareceu que no Estado de São Paulo os agentes de Escolta e Vigilância geralmente cumprem a jornada 12 por 24 e 12 por 48, alternando plantões diurnos e noturnos.
No entanto, segundo ela, aqueles que precisam estudar ficam impedidos se não forem remanejados. A decisão do juiz Fabiano da Silva Moreno vem ao encontro dos anseios da categoria, garantindo o direito ao estudo.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Concessionária executa melhorias no Sistema Central

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Com o compromisso de sempre oferecer um serviço de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *