MONITORAR - Andradina antecipou-se ao governo ao adotar medidas mais rígidas

Andradina tem cerca de 60% dos infectados por covid-19 entre jovens e adotou medidas mais rígidas antes do estado

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ANDRADINA

O município de Andradina tem a maior parte dos infectados pela covid-19 na faixa etária entre 20 e 49 anos. De acordo com dados divulgados pelo último boletim epidemiológico divulgado na sexta-feira (10), e assinado pela Dra. Terezinha Maria Gomes Manteiga, médica da Vigilância Epidemiológica, são 1.234 pessoas nesta faixa etária que já se infectaram com a covid-19, o que corresponde a 58,9% das 2.095 pessoas que já tiveram a doença na cidade.

O índice, porém, é menor do que o que foi registrado no boletim anterior, do dia 4 de dezembro, quando esta mesma faixa etária correspondia a 59,5% dos casos. Na oportunidade eram 1.156 infectados entre 20 e 49 anos, com um total de 1.941 de todas as idades.

A análise feita pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL conclui que dos 154 novos casos de covid-19 em Andradina na última semana, 78 foram nesta faixa etária.

Se levar em consideração também o número de 127 infectados entre o público de 0 a 19 anos, o número de infectados entre a população mais jovem chega a 64,9%.

A faixa etária mais jovem é uma das que mais tem preocupado o governo estadual, já que foi nela que foi verificado um aumento do número de internações que levou a novas medidas a serem adotadas nesta semana. Nas últimas três semanas, os adultos jovens, com idade entre 30 e 50 anos, passaram a ser maioria entre nesta demanda. Os jovens com idade entre 20 e 39 anos representam 40% dos novos casos confirmados e 3,6% das mortes por COVID-19.

O Comitê de Contingência da Covid-19 do estado proibiu na sexta-feira (11) a comercialização de bebidas alcoólicas após às 20h em todo o estado, com o objetivo de evitar aglomerações de pessoas mais jovens.

Antes da determinação estadual, na última terça-feira, a prefeita Tamiko Inoue (PSDB) já havia lançado um decreto retomando o toque de recolher no município entre 23h30 e 5h, exatamente com o mesmo objetivo, de diminuir as concentrações de pessoas em pé e aglomeradas em alguns pontos da cidade.

O município de Andradina vai mais além no cuidado e vedou o consumo de bebidas alcoólicas em passeios públicos, ou então para a utilização do cachimbo de narguilé, já que em ambos os casos objetos são compartilhados, o que aumenta a possibilidade de contágio.

“Não temos que combater o comércio e sim atacar essas festas, onde o pessoal se reúne para beber. Por hora vamos combater estes eventos clandestinos em chácaras e clubes. Tem gente vendendo ingresso pra baladas em locais sem alvará, desafiando o poder público”, disse o secretário de negócios jurídicos de Andradina, Leonardo de Freitas, em entrevista por telefone ao jornal O LIBERAL REGIONAL na última semana.

Outra restrição mais rígida em Andradina do que no restante do estado diz respeito ao funcionamento de bares e lojas de conveniência. Enquanto o novo decreto estadual prevê que estes locais só podem ficar abertos e vendendo bebidas alcoólicas para consumo no local até às 20h, em Andradina estes estabelecimentos precisam fechar às 18h, impreterivelmente.

O local que descumprir esta determinação e permitir com que se forme aglomerações à sua frente pode ser multado por fiscais da prefeitura, que estão atuando, principalmente aos finais de semana.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Região teve mais de 19 mil inscritos no ENEM; ausências em SP e MS superaram média nacional

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Os municípios da área de cobertura do SRC registraram …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *