Itesp conclui mais uma etapa do trabalho transferência de embriões no Pontal do Paranapanema

Itesp conclui mais uma etapa do trabalho transferência de embriões no Pontal do Paranapanema

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Dentro das atividades do Programa Cultivando Negócios, foi concluída nos dias 21 e 22 de novembro mais uma etapa do trabalho de biotecnologias de reprodução com transferência de embriões em assentamentos rurais do Pontal do Paranapanema. A ação do Governo de São Paulo, por meio da Secretaria da Justiça e Cidadania e a Fundação Itesp, e o Condomínio Rural Canto Porto, busca o melhoramento genético dos animais e alavancar a produção leiteira nos assentamentos.

Nessa 3ª etapa o índice de prenhez foi de 36,58%, superior à média mundial que é de 33%. No total, foram 15 prenhezes confirmadas de 41 embriões transferidos. O trabalho foi realizado com animais de 09 produtores rurais em assentamentos nos municípios de Rosana, Euclides da Cunha, Sandovalina, Mirante do Paranapanema, Presidente Epitácio-SP e Caiuá-SP

Segundo o veterinário da Fundação Itesp, Maurício Roberto de Souza, são três etapas até chegar a confirmação da prenhez. Primeiro as receptoras são preparadas com protocolo hormonal, depois recebem os embriões fertilizados em laboratório e após 60 dias é realizada a confirmação ou não da prenhez. “É um trabalho de aproximadamente 80 dias e que exige comprometimento de todos para chegarmos no resultado esperado”, disse.

De acordo com o diretor executivo em exercício da Fundação Itesp, Marco Silva, o objetivo é melhorar a genética e a produção leiteira, garantindo ao produtor um animal de procedência, alta produtividade e sanidade adequada.

“É um projeto que começou no início do ano e até o final desse mês deve nascer a primeira bezerra fruto desse trabalho. Estamos felizes que os produtores estão aderindo a essa ação, melhorando a genética e a produção do gado leiteiro”, concluiu.

O trabalho de transferência é realizado com embriões de doadoras da raça Gir e Girolando, fruto de uma seleção cuidadosa que gerou um exclusivo grupo de doadoras, com sêmen sexado dos melhores touros Holandeses.

 

b3 Transferência embriões2 (3)

AVANÇO – Todo o processo é acompanhado por meio de ultrassom, garantindo o sucesso das ações

DIOVULGAÇÃO


Compartilhe esta notícia!

Veja também

A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM TEMPOS DE PANDEMIA

Compartilhe esta notícia!TAÍSA MENQUI Durante a pandemia os casos de violência doméstica aumentaram significativamente. Segundo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *