DECLARAÇÃO - Grávidas devem apresentar declaração do obstetra comprovando comorbidade DIVULGAÇÃO

Começa a vacinação de gestantes com comorbidades

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

A Secretaria de Saúde de Andradina começou a vacinação contra covid-19 para gestantes e puérperas com comorbidades nos postos de vacinação instalados na EMEF Josefa de Jesus Carreira (Benfica), Praça João Leite (Vila Mineira) e na Capela Santo Antônio (Vila Passarelli).

A gestante/puérpera deve comparecer portando declaração do obstetra comprovando comorbidade e comprovante de residência.

A vacinação de demais pessoas com comorbidades e deficiências permanentes continua na faixa de 50 anos ou mais. O horário de vacinação nos postos é das 8h às 14 h. Fora isso ainda estão sendo vacinadas pessoas com 60 anos ou mais sem comorbidades.

 

Regras

As regras da vacinação são do Ministério da saúde que instituiu a vacinação para as pessoas que tiverem uma ou mais comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde (verifique a lista disponível no final do texto) e, no caso dos deficientes, o comprovante do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

As doses também estarão disponíveis para quem tem 18 anos e Síndrome de Down, pacientes em tratamento de hemodiálise (Terapia Renal Substitutiva) e transplantados que utilizam imunossupressores.

Declaração

Para receber as doses, qualquer pessoa com comorbidades e que integre os grupos anunciados devem apresentar uma “Declaração de Comorbidades” assinada por um médico.

O modelo está disponível na página da Prefeitura de Andradina, unidades públicas de saúde e também já foi distribuído a todos os médicos e consultórios de Andradina.

Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:

  • Doenças Cardiovasculares
  • Insuficiência cardíaca (IC)
  • Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias
  • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas grave
  • Hipertensão arterial resistente (HAR)
  • Hipertensão arterial – estágio 3
  • Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
  • Doença Cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).
  • Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose hepática

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Prefeito reúne Procon e Sanesul para mediar situações conflitantes

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS Em reunião ocorrida na terça-feira (22), no gabinete …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *