SEGURANÇA - Policiais do Baep terão mais segurança com viaturas semi-blindadas

Baep de Araçatuba recebe viaturas semi-blindadas

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Dois Batalhões de Polícia, subordinados ao Comando de Policiamento do Interior-10 (CPI), de Araçatuba, receberam novas viaturas para patrulhamento ostensivo e preventivo.
De acordo com a Polícia Militar, O 12º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) recebeu quatro viaturas Chevrolet TrailBlazer semi-blindadas. Já o 28º BPM/I, de Andradina, recebeu duas motocicletas Lander de 250 cilindradas, que serão incorporadas à frota da 1ª Companhia de Andradina.
Policiais do Baep, que serão homenageados pelo governo do Estado, enfrentaram os bandidos que aterrorizaram a cidade na madrugada do dia 30 de agosto. A ação do Baep levou os bandidos a fugirem da cidade antes do horário previsto.

SEMI-BLINDADO
Em agosto do ano passado, o Comando Logístico do Exército Brasileir publicou a Portaria 94 autorizando que viaturas de órgãos de segurança pública possam ter blindagem especial. Este tipo de blindagem oferece proteção balística em áreas consideradas mais vulneráveis e estratégicas. O custo equivale a um terço da blindagem total. Já usada em vários países, a viatura semi-blindada permite que o policial, em caso de tiroteio, possa servir de escudo.
Conforme informações do UOL, em março a Polícia Militar de São Paulo assinou contrato para aquisição de 70 unidades do modelo Chevrolet Trailblazer semi-blindadas, pelo valor de R$ 153.013 cada. A entrega estava prevista para agosto, mas houve atraso devido à pandemia. Este é o mesmo modelo que foi destinado ao Baep de Araçatuba.
As viaturas da PM paulista tem proteção balística do nível III-A, o mais utilizado, que resiste a disparos de armas de mão até submetralhadoras calibre nove milímetros.
Este tipo de blindagem agrega aproximadamente 130 quilos de peso ao veículo. A meta é exatamente proteger os policiais. Por isso a blindagem é disposta em locais estratégicos de proteção aos ocupantes. Para especialistas, é como o colete balístico, que não protege todo o corpo, mas importante para a segurança do policial.
A medida adotada pela Polícia Militar paulista foi avaliada como positiva, já que visa a proteção do policial. Alguns afirmam que o ideal seria a blindagem completa, mas a semi-blindagem já é um importante avanço.

REFORÇO – 1ª Cia da PM de Andradina recebeu o reforço de duas motos

Veja também

Em quase 9 décadas, empresa funerária passa de geração para geração na cidade

Diego Fernandes – ARAÇATUBA Considerado um dos empreendimentos comerciais mais antigos de Araçatuba, a Cardassi, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *