Polícia Federal prende mais um suspeito de ataques a bancos

A Polícia Federal prendeu mais um suspeito de participação no ataque aos bancos de Araçatuba em agosto deste ano. Além do mandado de prisão temporária, os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão nas cidades de Campinas e outro em Hortolândia.

Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, a prisão é válida por 30 dias. Não foram divulgados detalhes a respeito da participação do investigado nos ataques. Mais de dois meses depois do assalto, a polícia já prendeu 17 pessoas e cumpriu 56 mandados de buscas e apreensões em diversas cidades.

Os ataques aconteceram no dia 30 de agosto. Criminosos fortemente armados sitiaram diversos pontos, atiraram várias vezes e usaram reféns como escudos humanos. Em seguida, explodiram a agência da Caixa e tentaram explodir o cofre da tesouraria do Banco do Brasil. Os bandidos não contavam com a reação da Polícia Militar. Houve confronto e uma intensa troca de tiros, que durou mais de uma hora. Dois moradores morreram e um suspeito, também.

Alguns dias depois da ação, a Polícia Federal recebeu informações de que outro suspeito havia dado entrada em um hospital de Piracicaba com ferimento por arma de grosso calibre. Ele também não resistiu aos ferimentos e morreu.

Veja também

Ajudante é preso após roubo em joalheria de Araçatuba

Um ajudante de 40 anos foi preso na noite de segunda-feira (6) suspeito de participar …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *