Polícia Federal deflagra nova operação contra grupo que atacou bancos em Araçatuba

A Polícia Federal deflagrou nessa quinta-feira (16) nova fase da operação que investiga os crimes praticados em Araçatuba na madrugada do dia 30 de agosto. Mais de 90 policiais federais com o apoio operacional da Polícia Militar (Rota e Baep) cumpriram 16 mandados de prisão e 21 de busca e apreensão.

As equipes cumpriram mandados em Araçatuba, São Paulo, Osasco, Santo André, Guarulhos, Monte Mor e Foz do Iguaçu (PR), todos expedidos pela 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Araçatuba.

Entre os diversos métodos de investigação utilizados pela Polícia Federal se encontra a análise de material genético. Por meio de perícia em parte do material coletado no local do crime foi possível identificar o perfil genético de um dos autores dos crimes hediondos investigados. “Com base nesta análise, após representação da Polícia Federal, o suspeito, que já era apontado como líder de organização criminosa, especializada em roubos a carros-fortes, teve sua prisão decretada pela 1ª Vara Federal de Araçatuba. O mandado de prisão em questão foi cumprido no dia 09 de dezembro, no estabelecimento prisional em que o suspeito já se encontrava, uma vez que, após a prática do roubo, foi preso pela prática de outro crime”, informou a PF.

A PF já havia realizado a prisão de 17 pessoas envolvidas nos crimes e cumprido 53 mandados de busca e apreensão. “A Polícia Federal, desde a ação criminosa, trabalha ininterruptamente para identificar e responsabilizar todos os autores dos violentos atos praticados na cidade de Araçatuba, no início da madrugada de 30 de agosto, quando vários indivíduos, fortemente armados, fazendo uso de sofisticado aparato bélico, inclusive explosivos, tomaram de assalto agências bancárias da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, tendo restringido a liberdade de várias pessoas, usadas como “escudos humanos”, ferido diversas vítimas e causado a morte de duas pessoas, além de outros atos de extremada violência”, complementou a PF.

Em visita a Araçatuba na manhã dessa quinta, o vice-governador Rodrigo Garcia comentou a respeito da operação. “O estado de São Paulo tem investido em inteligência para monitorar esse tipo de quadrilha e inibir esses crimes, assim como trabalhado com as policiais de outros Estados, como a de Minas Gerais, para desmantelar as organizações criminosas”.

Veja também

Trio usava CNHs falsas para fazer compras fraudulentas na região

Três pessoas foram presas, entre elas um homem de 37 anos e duas mulheres, de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.