14.7 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 10, 2022

Mandado da Operação Luz na Infância foi cumprido em

O número de presos na megaoperação Luz na Infância chegou a 108 na tarde de ontem (20), informou o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Policiais civis de 25 estados foram acionados para cumprir 178 mandados de busca e apreensão relacionados à prática de pedofilia. Ao deparar com material pornográfico de crianças e adolescentes na casa dos suspeitos, os agentes efetuam as prisões, em flagrante. Em Araçatuba foi cumprido um mandado e material foi apreendido.

Segundo o ministério, os detidos são suspeitos de disseminar pornografia infantil e pedofilia na internet e, em alguns casos, eles eram também os responsáveis pela produção do material.

A operação é considerada uma das maiores do mundo no combate à pedofilia e envolve 1,1 mil policiais. O trabalho de investigação durou seis meses. As investigações agora vão apontar se os detidos fazem parte de quadrilhas nacionais e internacionais ou agiam sozinhos. Também não foram divulgadas informações consolidadas sobre o perfil das pessoas que foram presas.

Na operação, a Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) contou com o apoio de parceiros nos Estados Unidos e na União Europeia, que colaboraram com a troca de informações e softwares necessários para monitorar os criminosos. Mais de 150 mil arquivos com conteúdo pornográfico de menores de idade foram encontrados pelas investigações.

As informações sobre os suspeitos foram reunidas e encaminhadas pela Senasp às polícias civis dos estados, que têm jurisdição sobre o crime e deram continuidade às investigações. No Amapá e no Piauí, o trabalho não foi concluído a tempo da deflagração da operação, que envolveu os demais estados e o Distrito Federal. O ministro da Justiça, Torquato Jardim, disse que o trabalho continua e mais mandados podem ser emitidos nos próximos dias.

Torquato Jardim concedeu entrevista coletiva na sede da Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro e destacou a importância da cooperação internacional em tecnologia para a segurança pública no Brasil, explicando que os principais crimes que precisam ser combatidos no país são praticados por quadrilhas que têm ligações transnacionais, como os crimes cibernéticos e os de tráfico de drogas, armas e pessoas.

“Nada se passa no espaço exclusivo do território nacional. A integração federativa é fundamental, e a integração internacional não é menos fundamental em tecnologia. Essa é uma tecla [em] que o Ministério da Justiça bate muito”, afirmou o ministro.

SÃO PAULO
Vídeos e imagens de bebês sendo molestados faziam parte do material que foi apreendido pelos policiais civis entre os presos na operação, em São Paulo. Segundo a diretora do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Elizabete Sato, isso chocou os policiais que participaram da investigação no estado.

“Todos os policiais ficaram indignados com as imagens. Os policiais que não trabalhavam com esse tipo de crime não tinham ideia de como era essa investigação e do que iriam encontrar. Chocou mais o pessoal da [área de] Homicídios, em razão da idade das crianças. Tinha bebês sendo molestados. Isso é inadmissível”, disse Elizabete Sato.

Em São Paulo, 25 pessoas foram presas em flagrante na Operação Luz na Infância, de combate à pedofilia, deflagrada nesta sexta-feira (20) em diversos estados. Segundo a delegada, dois dos presos respondem por compartilhamento de imagem. Os demais foram presos por armazenamento de imagens, com pena que varia de um a quatro anos de prisão e é crime afiançável [ou seja, podem pagar uma fiança para não ficar presos]. Entre os presos, três já tinham passagem pela polícia por outros crimes como roubo, desobediência e lesão corporal.

Durante a operação em São Paulo, foram apreendidos 25 CPUs [processadores], 272 mídias, 43 celulares e 29 notebooks. De acordo com Elizabeth Sato, a investigação continua. A Secretaria de Segurança Pública informou que mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Franco da Rocha, São Bernardo do Campo, Santo André, Carapicuíba, Osasco e Praia Grande.

ARAÇATUBA
Um mandato foi cumprido em Araçatuba. Os policiais apreenderam, notebooks e outros materiais. O mandado foi cumprido no Jardim Umuarama. O homem não foi conduzido à delegacia. O material apreendido será periciado.

Da Redação

Ultimas Noticias