Homem morre baleado depois de tentar atacar policial com facão

Um homem de 42 anos, identificado como Alessandro Júnior Martins, morreu depois de ser baleado pela Polícia Militar durante o atendimento de uma ocorrência de violência doméstica, na tarde de domingo (7), no bairro Cidade Nova, em Buritama.

Conforme informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os PMs foram acionados pelo Copom (Central de Operações da Polícia Militar) para atendimento de ocorrência de violência doméstica. Chegando lá, a equipe não encontrou o autor e começou a conversar com a mãe dele. Em determinado momento, Martins chegou de posse de um facão.

O policial passou a dialogar com o autor a fim de que ele largasse o objeto, mas não foi atendido. Além disso, o homem ordenou que os policiais deixassem o local. Nesse momento, a polícia novamente o alertou de que iria atirar, caso não soltasse o facão.

Mesmo assim, Martins não soltou. Foi, então, que um tiro de alerta acabou sendo disparado em um carro estacionado na garagem. Em seguida, o autor tentou atacar o policial. Este realizou mais dois disparos, que atingiram Martins, o qual não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

O local foi preservado para realização da perícia técnica. O laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba e passou por exame necroscópico. Depois foi liberado para velório e sepultamento.

A Polícia Civil e a Polícia Militar abriram inquéritos para investigarem o caso. O delegado que compareceu ao local entendeu que o policial militar agiu em legítima defesa. O caso segue em investigação.

Veja também

Homem é preso com rifle, em Araçatuba

Um homem foi preso durante o fim de semana, em Araçatuba, depois de ser flagrado …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *