6.4 C
Araçatuba
quinta-feira, maio 19, 2022

Empresário contratado pela Prefeitura é denunciado por furto de equipamento

O empresário Wanilson Diogo Neves Oliveira, 27 anos, que assinou recentemente um contrato com a prefeitura de Castilho, no ato representada pela prefeita Fátima Nascimento e que pode chegar a mais de R$ 200 mil, vai ser investigado por furto de equipamento de som. Câmeras de segurança flagraram o empresário entrando na residência do dj Aparecido Batista dos Santos, 40 anos, para retirar duas caixas de som. O material retirado das caixas foi encontrado na noite de terça-feira, na residência de Wanilson, na zona rural de Castilho. A reportagem apurou também que o empresário é namorado de uma funcionária do setor de licitações da Prefeitura. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia. Após ser ouvido, foi liberado para responder em liberdade. As caixas estão avaliadas em mais de R$ 5 mil.

Na semana passada o Aparecido Batista dos Santos, aproveitando o feriado do Dia de Finados, viajou com a família para Foz do Iguaçu. Aproveitando a ausência de Aparecido, na madruga de domingo (5) Wanilson foi até a residência, à Rua José Manoel de Ângelo, em uma picape Fiat Strada. As filmagens mostram ele estacionando de ré e pulando o muro para pegar as caixas de som. Aparecido Batista dos Santos, que também loca som para eventos, é concorrente de Wanilson.

a7 caixas de som

Ao retornar de viagem, Aparecido Batista constatou o furto e fez a denúncia. A partir disso, a polícia começou a fazer levantamentos. Na noite de terça-feira, após constatar a participação de Wanilson no furto, equipe da Força Tática esteve em sua residência, no Assentamento Cafeeira. Durante vistoria, os policiais encontraram as equipamentos da caixa de som. Foram encontradas, escondidas na laje, duas cornetas e quatro alto falantes. Os policiais apreenderam apenas o material de Aparecido Batista, mas se surpreenderam com a quantidade de material eletrônico e de som que tinha no local.

A VÍTIMA

Aparecido Batista disse que chegou na residência no domingo às 17 horas para ver o jogo Corinthians e Palmeiras. Porém, sentiu falta das duas caixas de som que estavam na garagem por serem grandes e pesadas. Ele consultou o irmão e outras pessoas que tinham acesso à casa, mas ninguém sabia o paradeiro. Ele chamou a polícia e registrou a ocorrência.

Na terça-feira, quando um vizinho retornou de viagem, Aparecido Batista foi com os policiais para ver as filmagens. Ele se surpreendeu ao ver o concorrente pulando o muro de sua casa e pegando as caixas. “Foi lamentável”, disse Cido, acrescentando que o pai de Wanilson prometeu reembolsá-lo pelo prejuízo.

Há informações de que Walnilson é suspeito de outras irregularidades.

CONTRATO

No dia 11 de outubro a prefeita Fátima Nascimento assinou contrato com Wanilson Diogo Neves Oliveira para propaganda volante e locação de som para eventos. No total, a Ata de Registro de Preços prevê despesas de até R$ 214.900,00 em cinco ítens.

De acordo com a ata de preços assinada pela prefeita Fátima Nascimento, são mil horas de sonorização de eventos com quatro diferentes especificações. Ha item que prevê 400 horas com valor de R$ 249,00 por hora; ítem com 200 horas por R$ 195,00 por hora; 200 horas por R$ 94,50 por hora e 200 horas por R$ 99,50 por hora. Só com sonorização de eventos, Wanilson poderia faturar R$ 177.400,00 e mais 1.500 horas de propaganda volante ao preço de R$ 25 por hora, totalizando R$ 37.500,00. A ata de preços permite que o município solicite o serviço de acordo com a sua necessidade.

Nas redes sociais de castilhenses houve muita manifestação de surpresa pelo crime cometido, mas também pelo valor do contrato assinado apenas para sonorização de eventos e propaganda volante. A previsão de despesa de R$ 214 mil chamou a atenção das pessoas.

DA REDAÇÃO – Castilho

Ultimas Noticias