Home Plantão Policial Em ocorrência de tráfico, PM encontra galos usados em rinha

Em ocorrência de tráfico, PM encontra galos usados em rinha

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Um homem foi preso na quarta-feira (18) depois que policiais militares o flagraram com drogas dentro da casa onde mora, em Pereira Barreto, região de Andradina. Mas, o que chamou a atenção das equipes foi o fato de terem encontrado galos em situação de maus-tratos, provavelmente utilizados em rinhas.

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL apurou que os policiais militares estavam em patrulhamento quando se depararam com um homem no quintal da residência conversando com o proprietário do imóvel. Este, ao perceber que a viatura iria parar, fugiu correndo pela lateral da casa e jogou algo suspeito na vizinha.

Outros PMs foram acionados para o apoio e fizeram um cerco. O investigado pulou o muro de outras residências e ficou em cima do telhado de uma delas. Ele fez uma ligação com o celular e quebrou o aparelho em seguida. A polícia teve que iniciar uma negociação a fim de que ele se estregasse.

Alguns minutos depois, o homem se entregou. Nas buscas a respeito do que ele tinha jogado foram encontradas duas porções de maconha. A esposa do autor autorizou buscas no interior da casa. Em cima da geladeira havia um pote plástico contendo pedaços do mesmo entorpecente, porção de cocaína, além de R$ 570 em dinheiro.

RINHA

O que mais chamou a atenção das equipes foi que no quintal estavam 12 galos presos e separados, todos machucados e com a suspeita de serem utilizados em rinhas. Foi feito contato com a Vigilância Sanitária da cidade, que esteve no endereço e lavrou um auto de imposição de penalidade. O Centro de Zoonoses também foi chamado, assim como a Polícia Ambiental, que constataram maus-tratos. Uma autuação ambiental foi elaborada.

O morador recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e maus-tratos. Ele foi apresentado na delegacia local e permaneceu à disposição da Justiça. O caso será investigado por meio de um inquérito a partir de agora. As aves ficaram com a mãe do indiciado.

 

 


Compartilhe esta notícia!