21.7 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 17, 2022

DIG de Araçatuba prende trio de estelionatários no centro da cidade

Policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Araçatuba prenderam duas mulheres e um homem na tarde de terça-feira (26) enquanto os mesmos aplicavam golpes no centro da cidade. Os criminosos estavam usando um documento falso em nome de uma comerciante de 37 anos, moradora em Penápolis.

 

Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, a vítima já tinha um prejuízo de mais de sete mil reais e chegou a registrar boletim de ocorrência na delegacia de Penápolis. Ela descobriu que pessoas desconhecidas estavam usando o nome dela para abrir crediários ou solicitar cartões de crédito em lojas. Os mesmos estelionatários conseguiam a aprovação e compravam diversos produtos.

 

Na terça não foi diferente. Os golpistas, que moram em Valparaíso, foram até o Calçadão de Araçatuba e realizar diversas compras. Em uma loja de departamentos, eles gastaram R$ 10.636,00  após comprarem duas televisões e dois celulares. Não satisfeitos, os golpistas foram até uma loja de sapatos e também tentaram abrir um crediário.

 

A comerciante recebeu uma ligação de São Bernardo do Campo para confirmar se a mesma estava realizando compras e solicitando a abertura de crediários. Foi, então, que a mulher percebeu que novamente estava sendo vítima de um golpe. Ela entrou em contato com a DIG de Araçatuba e informou o que estava acontecendo.

 

Os investigadores deslocaram-se até o centro da cidade e conseguiram encontrar o trio ainda no estabelecimento comercial. As duas mulheres, uma de 31 e outra de 37 anos, além de um homem, de 34, ficaram surpresos com a chegada da polícia.

 

Eles confessaram que pagaram R$ 400,00 para a falsificação do documento em São Paulo, capital paulista. Diante disso, todos foram encaminhados até a Central de Flagrantes, onde prestaram depoimento. O delegado plantonista manteve a prisão por estelionato e associação criminosa. Eles permaneceram à disposição da Justiça.

 

 

Ultimas Noticias