12.9 C
Araçatuba
sexta-feira, agosto 19, 2022

Detento de saidinha tenta matar a mulher e o pai a tiros na região

FOTO: JOSIANE LORENSETTI

Um dia depois de deixar a Penitenciária de Valparaíso, na região de Araçatuba, o detento Jefferson Henrique da Silva já é considerado foragido da Justiça depois de ter tentado assassinar a esposa, uma autônoma de 33 anos, e o próprio pai, um construtor de 57. O caso de tentativa de feminicídio ocorreu na residência da família, localizada em uma rua do bairro Jardim Pioneiro, em Guararapes, na tarde de quinta-feira (09).

 

Segundo as informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, Jefferson foi um dos 2,8 mil presos beneficiados pela saidinha do Dia das Mães. Ele não ficou nem 24 horas na rua e já praticou o crime contra a própria família.

 

Ele iniciou uma discussão com a esposa, por motivos desconhecidos, e estava armado com um revólver. Em determinado momento, o suspeito sacou a arma e passou a apontá-la para a vítima, fazendo diversas ameaças de morte. Durante a confusão, o pai do autor chegou e flagrou toda a cena. Ele tentou intervir e foi nesse momento que o filho começou a atirar em diversos cômodos, com a intenção de acertar a esposa.

 

Ela conseguiu se esconder e foi atingida de raspão em uma das pernas. O pai do indiciado também foi ameaçado de morte. Um dos disparos efetuados atingiu o freezer de um estabelecimento comercial que fica ao lado da casa. Diante disso, o indiciado fugiu e até o fechamento desta edição não tinha sido localizado.

 

Equipes da Polícia Militar foram acionadas para o atendimento no local e isolaram a área para o trabalho da perícia técnica. O laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações sobre o caso. A declarante foi socorrida até o hospital do município, onde passou por atendimento médico, mas não corria nenhum risco de morte. Já o construtor, apesar do susto, não ficou ferido.

 

A Polícia Civil registrou o caso como tentativa de homicídio e ameaça. Um inquérito foi aberto para dar andamento às investigações sobre o caso. Por ser beneficiário da saída temporária, ao ser encontrado, o detento vai perder o direito e voltará para o regime fechado, onde já cumpria pena.

Ultimas Noticias