Torcedor do Sport ateia fogo ao corpo após derrota para o Botafogo

Compartilhe esta notícia!

Está internado na Unidade de Queimados do Hospital da Restauração (HR), no Recife, um homem que ateou fogo ao próprio corpo na noite desta quarta-feira (8/11). Segundo informações prestadas no posto policial do HR, o paciente seria um torcedor do Sport Recife, ainda não identificado, que teria cometido a tentativa de suicídio após derrota do time para o Botafogo.

A informação foi dada pela equipe da Polícia Militar (PM), que conduziu a vítima ao hospital, localizado no bairro do Derby, região central do Recife, sem documentos. O chefe da unidade de queimados, Marcos Barreto, dará uma entrevista a respeito do estado de saúde do paciente nesta quinta-feira (9/11).

O Sport perdeu por 2 x 1 para o time carioca, jogando no próprio estádio, na Ilha do Retiro. O resultado colocou o rubro-negro na zona de rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Prevenção

Entre 2011 e 2016, o Brasil registrou 48.204 tentativas de suicídio, mais de uma ocorrência por hora. Os dados do Ministério da Saúde foram apresentados em setembro, durante o anúncio do governo para a implementação do Plano Nacional de Prevenção ao Suicídio, uma série de medidas que pretende diminuir 10% dos casos até 2020.

Um dos planos apresentados pelo ministério para ampliar o atendimento é a parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), entidade que promove apoio emocional e prevenção de suicídios por meio de central telefônica, chat e e-mail. O serviço telefônico começou a ser implementado de maneira gratuita no Rio Grande do Sul em setembro de 2016, pelo número 188 – desde então, o número de atendimentos pelo CVV no estado aumentou 13 vezes em um ano, passando de 4.500 para 58.800. A partir do dia 30 deste mês, mais oito estados (MS, SC, PI, RR AC, AP, RJ e RO) também terá ligações gratuitas para o CVV – a previsão é que o país todo seja contemplado até 2020.

O ministério também vai distribuir materiais para informar jornalistas e a população em geral, com foco na identificação dos sinais de alerta e os corretos meios de se comunicar casos do tipo. Segundo os especialistas, é possível detectar comportamentos que possam indicar pensamentos suicidas, e também buscar ajuda a tempo, sem agravar a situação.

Da Redação


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Circuito Interior de Jiu Jitsu volta com etapa em Bauru

Compartilhe esta notícia! O último domingo foi marcado no esporte da região com o retorno …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *