Home Cidades Vigilância em Saúde Ambiental conscientiza população quanto aos cuidados com a água

Vigilância em Saúde Ambiental conscientiza população quanto aos cuidados com a água

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

No próximo dia 22 de março, é comemorado o Dia Mundial da Água, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), desde 21 de fevereiro de 1992, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância e responsabilidade que todos têm de preservar a água “para a sobrevivência dos ecossistemas”.
Nessa data, a ONU, ao estabelecer o dia 22 de março como o Dia Mundial da Água, também promulgou a Declaração Universal dos Direitos da Água.
Em razão da importância da água, a cada ano em que se comemora esta data, é escolhida e abordada uma temática específica para motivar as pessoas a refletir sobre a importância da água para a saúde, a vida e a sobrevivência da humanidade.
Para este ano, motivados pela mensagem “A Água que a Gente Cuida, Cuida da Gente”, todas as pessoas estão convidadas “a cuidar da água para que tenhamos melhorias na qualidade da vida”, resumiu a coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental, setor da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, bióloga Gisleine Tabox Saiar.
Com essa finalidade, até 20 de março, a equipe de Vigilância em Saúde Ambiental, com o apoio e participação da equipe de Promoção da Saúde, estará percorrendo as Escolas Estaduais, Municipais e particulares para divulgar a mensagem do Dia Mundial da Água deste ano de 2020. Já foram percorridas (Veja Fotos) as Escolas Estaduais “Bom Jesus”, “José Ferreira”, “João Thomes” e “JOMAP – João Magiano Pinto”.
“É grande o desafio de termos água segura em quantidade e qualidade, levando em consideração as desigualdades sociais e ambientais em todos os lugares”, comentou a bióloga Gisleine.
VIGIÁGUA
A coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental lembrou que “existem ações e programas do Ministério da Saúde para tentar garantir a conformidade da água, denominado Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, o VIGIÁGUA, estruturado a partir dos princípios do SUS”, explicou Gisleine.
Em Três Lagoas, o “VIGIÁGUA” vem desempenhando importante função “para garantir as análises laboratoriais de potabilidade e monitoramento, identificando onde intervir na rede, sempre que necessário”, ressaltou a bióloga.
Gisleine lembrou também que, “a OMS – Organização Mundial de Saúde estima que 50% dos casos de desnutrição infantil são consequências de repetidas diarreias e infecções intestinais causadas por más condições de saneamento e higiene e por falta de água segura”, alertou.

 


Compartilhe esta notícia!