12.9 C
Araçatuba
sexta-feira, agosto 19, 2022

‘Ser bonita, ter elegância e algo que possa transformar a vida das pessoas’, diz organizadora do Miss Três Lagoas 2019

A campainha toca, a empresária Gisella Peron abre a porta de sua casa e com sorriso simpático recebe a reportagem do jornal O Liberal Regional. Discreta, feminina e elegante, ela ajeita os cabelos castanhos claros e endireita a camisa jeans azul marinho que veste. Vai até a cozinha, traz consigo uma jarra de suco de tamarindo degusta-o calmamente, senta-se no sofá de couro e com as pernas cruzadas começa a falar.
Nascida no dia 18 de maio de 1961, seus avós paternos eram do ramo de hotelaria e pecuária e os maternos médico e prendas do lar. Filha de uma professora de línguas, casada com um pecuarista, a três-lagoense vem de uma família tradicional do município.
Formada em Relações Públicas pela PUC de Campinas, é proprietária da Cia de Eventos e trabalha sempre com marketing de comércio e eventos de entretenimento. Dedica-se ao Miss Três Lagoas há mais de duas décadas.
De lá pra cá, ela conta que o universo do concurso de beleza “é um mundo competitivo, porém, a ética está na atitude de cada um. O universo da beleza é dinâmico, acompanha tudo o que acontece ao redor do mundo. As regras do concurso, por exemplo, tem que ser sempre atualizadas. A altura mínima era uma exigência rigorosa, não podia ser menos de 1,70 de altura, hoje está mais flexível”, explica.
Sob seu comando, a 22º edição do Miss Três Lagoas 2019 se aproxima e este ano a empresária promete um concurso que valorizará o sonho das jovens três-lagoenses. “Esse sonho advém da infância, muito parecido com o conto de fadas. A menina sente-se uma princesa quando coloca o vestido enfeitado, a coroa e quando entra na passarela. Sinto uma alegria muito grande quando vejo essas jovens felizes”, destaca.
No entanto, para conseguir o título de Miss, não basta apenas um rosto e um corpo bonito, as candidatas precisam de outros requisitos para vencer a disputa. “A princípio a beleza é o item básico, porém, não basta ser bonita. É preciso carregar consigo algo mais. Seria uma pessoa que saiba ser elegante, tenha postura, escolaridade e que se comunique muito bem”, reforça.

Além da coroa
Conhecida como a “Fada Madrinha”, Gisella Peron mantém programação diversificada com as meninas. Realiza passeios em vários locais da cidade, marca presença em eventos e momentos de lazer, essas são as características que empresária “super protetora” proporciona às suas misses.
“Dividido em categorias, a vencedora do concurso ganha além da coroa, uma abertura de portas para oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional, criação de laços de amizade e aprendizado para a prática da solidariedade”, comenta.
Conforme a organizadora, o tradicional evento – um dos mais desejados pelas jovens e meninas de Três Lagoas – é também um momento especial no universo da beleza por causa da visibilidade que a mídia e as redes sociais proporcionam para as participantes, sempre com uma mensagem positiva e do bem que podem causar. ” Quando são eleitas, elas passam a ser muito conhecidas na cidade e isso lhes proporciona muitos benefícios. A beleza abre portas até mesmo para o mercado de trabalho”, conclui.

Quer ser a nova Miss Três Lagoas?
As interessadas em participar do Miss Três Lagoas 2019 devem procurar a Academia Oficina do Corpo, rua João Gonçalves de Oliveira, 601, bairro Vila Nova e preencher uma ficha de inscrição gratuitamente. O telefone para contato é (67) 3521-0118.
O regulamento do Concurso está à disposição das candidatas na Cia de Eventos à Rua Oscar Guimarães, 271, centro. Telefone (67) 3521-2987.
As categorias são: Miss Teen (14 anos); Miss Juvenil (15 a 16 anos) e Miss Adulto (17 a 28 anos).
Participe e transforme seu sonho em realidade!

MARIANE MARTINS
Três Lagoas

Ultimas Noticias