21.8 C
Araçatuba
sábado, agosto 13, 2022

SAÚDE PROMOVE CAPACITAÇÃO SOBRE PREVENÇÃO DE ANIMAIS PEÇONHENTOS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento, em parceria com a Coordenadoria de Vigilância em Saúde Ambiental e Toxicológica (CVA/Civitox), da Secretaria Estadual de Saúde (SES), está promovendo um curso de capacitação sobre prevenção e controle de animais peçonhentos.

Este curso, iniciado nesta segunda-feira (27), no salão de eventos de um hotel, junto com os conhecimentos teóricos, os participantes terão também oportunidade de experiências práticas, “in loco”, de busca, captura e identificação dos animais peçonhentos, que mais têm causado acidentes na região de Três Lagoas.
Segundo relatórios do Setor DANTs (Doenças e Agravos Não Transmissíveis) da SMS de Três Lagoas, pela ordem de maior incidência de ocorrências, os animais peçonhentos, mais comuns em Três Lagoas e municípios da Região são os seguintes: escorpiões, serpentes, abelhas e aranhas.

“Por isso, em campo, as equipes estarão tendo a oportunidade de aprender a capturar sem riscos esses animais e identificar também o grau de periculosidade que eles oferecem à saúde das pessoas”, explicou o coordenador estadual de Vigilância em Saúde Ambiental e do Centro Integrado de Vigilância Toxicológica (CIVITOX), engenheiro sanitarista e ambiental, Karyston Adriel Machado da Costa.

“A correta identificação dos animais capturados será feita no Laboratório da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), que possui no Campus Três Lagoas (CPTL) as Faculdades de Biologia e Zoologia”, informou Adriel.

A parte teórica do referido curso está sendo ministrada pelo biólogo do Civitox, Isaías Celestino Pinheiro.

PARTICIPANTES
De Três Lagoas, como informou a diretora de Vigilância em Saúde e Saneamento da SMS, Geórgia Medeiros de Castro Andrade, estão participando deste curso, que se estenderá até quinta-feira (30): representantes das equipes de Agentes Comunitários de Saúde, supervisores dos Agentes de Endemias, Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e representantes dos setores de Vigilância de Saúde do Trabalhador, DANTS, Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária, Vigilância em Saúde Ambiental, Vigilância Sanitária, Promoção da Saúde, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental (PMA) e acadêmicos da UFMS.

Juntamente com Três Lagoas, estão participando deste curso representantes dos municípios de Paranaíba, Selvíria, Cassilândia e Aquidauana.

Na quinta-feira (30), última etapa do curso, destinada à capacitação do rápido diagnóstico e adequado tratamento de pacientes, vítimas de acidentes com animais peçonhentos, estarão participando: médicos, enfermeiros e enfermeiras das Unidades Básicas de Saúde, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192, Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas e representantes do Pronto Socorro do Hospital Auxiliadora e Hospital Regional Cassems.

Este curso, inserido no Programa Estadual de Prevenção e Controle de Animais Peçonhentos, tem como temática básica as seguintes questões: captura e identificação de animais peçonhentos para conhecimento dos graus de risco que cada um deles oferece; prevenção; diagnóstico e tratamento adequado; e controle dos animais peçonhentos.

Da Redação

Ultimas Noticias